Venezuela quer Nobel da Paz

Representantes da Academia Internacional de Hagiografia da Venezuela anunciaram que postularão hoje a candidatura do economista e músico José Antonio Abreu, criador do Sistema de Orquestras Juvenis e Infantis, ao Prêmio Nobel da Paz. "O maestro Abreu reúne todas as condições porque fez da música um idioma para a paz", disse o presidente Rafael Febres Cordero à emissora de rádio Unión. "É a primeira vez que a Venezuela se apresenta de maneira formal. Agora devemos esperar até outubro para a votação final na Noruega." Abreu, 72 anos, criou o projeto em 1975 para educar e reabilitar jovens que vivem nas ruas do País. / EFE

O Estado de S.Paulo

23 de janeiro de 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.