Veneza apresenta mostra sobre o Egito

A exposição ?Os Faraós?, sobre cultura egípcia, foi inaugurada hoje no Palazzo Grassi de Veneza e permanecerá aberta até 25 de maio de 2003. O foco da mostra é o aspecto teocrático da monarquia egípcia nos tempos dos faraós, quando o rei era visto, literalmente, como um deus na Terra. O período abrangido é o do chamado Novo Reinado, de 1550 a 1069 aC.No Palazzo Grassi foram reunidas 300 peças, emprestadas de instituições americanas, européias e do Museu do Cairo. Muitos dos objetos são bustos e estátuas colossais, representando faraós como Tutancâmon e Akhenaton, este último conhecido por sua tentativa de implantar o monoteísmo no Egito Antigo.Outra parte da mostra se dedica a reconstituir o ambiente em que viviam os faraós, com móveis e objetos de arte e decoração. A última seção é dedicada à morte do faraó, onde fotos digitais reconstituem, em grandes painéis, as principais tumbas do Vale dos Reis. O conteúdo da mostra está segurado em ? 150 milhões (mais de R$ 450 milhões). Os organizadores esperam entre 2 mil e 3 mil visitantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.