Venda de livros aumenta com adaptações de filmes

Adaptações para o cinema continuam a estimular as vendas dos livros que inspiraram os filmes, mesmo que algumas produções não tenham obtido sucesso em cerimônias como o Oscar e o Bafta. Exemplo disso é Uma Vida Interrompida, de Alice Sebold, cuja produção ganhou o título de Um Olhar do Paraíso (foto), no Brasil, e vendeu 1,8 milhão de cópias desde o lançamento, em agosto de 2002. Desde a estreia do filme, em dezembro de 2009, o livro vendeu mais de 130 mil exemplares na Europa e EUA. An Education (Educação), de Lynn Barber, superou 12 mil cópias depois da versão em longa-metragem, vencedora em uma categoria do Bafta, e foi lançado em outubro. Até então, o original havia alcançado a mesma marca em todo o período anterior à estreia do filme. Outra obra que teve as vendas alavancadas após ganhar uma adaptação para o cinema foi A Single Man (Direito de Amar), de Christopher Isherwood, que superou 7 mil cópias desde janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.