Vaticano: "Big Brother" é "inútil e parasita"

"O Big Brother é inútil e parasita." Essa é a definição do jornal oficial do Vaticano, L´Osservatore Romano, para o reality show. Os participantes foram classificados como "protagonistas vazios" e os telespectadores chamados de "pessoas com curiosidade mórbida e pouco preocupadas com os problemas sérios que o mundo enfrenta".Na Itália, o programa foi batizado como Grande Fratello. Trata-se de uma versão ainda mais picante do que a brasileira: poucas horas depois de entrarem no programa, dois participantes já faziam sexo em rede nacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.