Variações de uma mesma fagulha de genialidade

ERUDITO[br]HELENA JANK[br]VARIAÇÕES GOLDBERG [br](J. SEBASTIAN BACH) Kalama [br]Preço: R$ 30[br]ÓTIMO

JOÃO MARCOS COELHO, O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2011 | 00h00

É difícil de acreditar, mas Bach não deve ter se sentido diminuído por ter que compor por encomenda uma obra destinada a funcionar como calmante para seu comprador adormecer em paz. Era normal compor para qualquer capricho dos patrões nobres. O Conde Keyserling sofria de uma insônia pertinaz. Mas, a julgar pela riqueza extraordinária dessas variações que acabaram levando o nome do cravista que as tocava, no quarto ao lado do conde toda noite, o pobre coitado deve ter sentido de tudo, menos conforto para dormir. À ária inicial, uma solene sarabanda, seguem-se 30 variações que são, segundo Helena Jank, "30 maneiras de compor sobre uma mesma estrutura básica". A experiente cravista brasileira obtém uma interpretação de alto nível para uma obra que já foi registrada centenas de vezes. Sem pressa e com articulação precisa, ressalta os incríveis jogos polifônicos bachianos. Um triunfo essa leitura à brasileira das celebérrimas Goldberg.

OUÇA TAMBÉM

VARIAÇÕES GOLDBERG

Artista: Glenn Gould Álbum: State of Wonder (2009) Gravadora: Sony

Preço: R$ 70 (álbum duplo)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.