Vargas Llosa volta ao cenário de seus livros na Amazônia

O escritor Mario Vargas Llosa concluiu nesta terça-feira uma turnê pela Amazônia peruana, cuja capital é Iquitos, na qual visitou os cenários que deram vida a três de seus romances: Pantaleão e as Visitadoras, A Casa Verde e O Falador.Segundo o jornal Pro y Contra, o consagrado romancista visitou junto com sua esposa Patricia Llosa e um grupo de amigos espanhóis, peruanos e bolivianos, a reserva natural de Pacaya Samiria, que tem cerca de dois milhões de hectares e é a maior reserva do Peru.Vargas Llosa percorreu o Rio Amazonas em um típico barco de madeira e disse que a aventura foi "inesquecível". "Tivemos muita sorte porque o tempo esteve ótimo, com um sol radiante todos os dias. Fizemos passeios, tomamos banhos em lagos rios paradisíacos", comentou com os jornalistas de Iquitos.O escritor peruano não descartou a possibilidade de voltar a escrever outra obra sobre a Amazônia, região que não visitava desde os 17 anos, e sobre a qual disse: "é um mundo virginal absolutamente fantástico; há poucos lugares virgens no mundo para se visitar com um potencial extraordinário como este".A Amazônia, que se estende por nove países da América do Sul, possui as maiores reservas de água doce e biodiversidade do mundo. Só os territórios do Brasil e do Peru representam 81% deste habitat.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.