Vargas Llosa: prêmio em Davos, críticas a Porto Alegre

O escritor peruano Mario Vargas Llosa recebeu hoje do Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça, o prêmio Crystal Award. A distinção é dada anualmente àqueles que utilizam a arte para "aproximar culturas". Além de Llosa, autor de Pantaleão e as Visitadoras, também receberam o prêmio o músico britânico Peter Gabriel, o senegalês Youssou N´Dour e o cineasta sul-africano Anant Singh.Enquanto isso, no Fórum Social Mundial, realizado em Porto Alegre, de oposição ao fórum de Davos, o escritor tem sido criticado por algumas de suas declarações. Llosa comparou os "antiglobalizados" reunidos no Rio Grande do Sul a movimentos fanáticos do fim do século 19 e atacou a participação de delegados cubanos no fórum por representarem países "não-democráticos".

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2001 | 20h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.