Valor do autógrafo de Pelé se multiplicou por oito

O valor de um autógrafo do ex-jogador brasileiro Pelé se multiplicou por oito desde 1997, segundo a Fraser´s Autograph Gallery, do Reino Unido.Essa divisão da empresa de leilões Stanley Gibbons acompanhou a evolução do valor dos autógrafos de cem personagens célebres, desde ex-Beatle Paul McCartney ao primeiro homem a pisar a lua, Neil Armstrong.O valor do autógrafo de Pelé passou de US$ 190 em 1997 a US$ 1.500. A assinatura do ex-Beatle também se valorizou bastante: era negociada a US$ 300 há nove anos e agora chega a US$ 2.370.É uma questão de oferta e procura, explica o diretor da galeria, Paul Fraser, em entrevista ao dominical The Mail on Sunday. "McCartney costumava dar mais autógrafos antes que agora, e a demanda dos Beatles continua sendo muito alta".Em relação ao autógrafo do astronauta Neil Armstrong, o mais difícil de conseguir, o valor é calculado atualmente em US$ 6.600, o que representa uma valorização de 637%.O valor dos autógrafos aumenta com a morte do personagem, explica Fraser, segundo o qual na noite em que o músico George Harrison morreu, em 2001, o valor de seu autógrafo se quadruplicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.