Valente: filme para crianças e adultos

Você já viu heroínas feministas na animação, garotas que até mesmo se disfarçam como homens para conseguir mostrar seu valor. Basta se lembrar de Mulan, animação da Disney inspirada numa velha lenda chinesa. Mas você nunca viu nada parecido com a nova animação da Pixar/Disney. Para início de conversa, Valente é a primeira animação da parceria coassinada por uma mulher, Brenda Chapman. Numa entrevista por telefone, a produtora Katherine Serfian e o codiretor Mark Andrews falam do filme que estreia hoje no Brasil. Katherine diz que gostaria que Brenda tivesse assinado o filme sozinha, Andrews destaca o que há de revolucionário na cabeleira ruiva da obstinada heroína, tão boa de arco que participa da disputa que vai definir quem será seu marido.

AE, Agência Estado

20 Julho 2012 | 10h07

Como se isso não bastasse - a heroína que se disfarça, humilha os pretendentes, todos príncipes, e quase leva o reino à guerra -, a massa de cabelos ruivos de Merida (é seu nome) já virou um marco na história da animação, e por dois motivos. Pelo que representa, metaforicamente, e pelo desafio técnico que foi criar na tela aqueles fios esvoaçantes.

Ruivas fogosas têm cruzado a tela, e a fordiana Maureen O?Hara e Rita Hayworth foram apenas duas delas. Maureen foi uma inesquecível irlandesa de maus bofes em Depois do Vendaval - Merida é escocesa, mas, sim, existem nela ecos da Mary Kate Danaher de John Ford. Quanto à técnica, os cabelos de Merida consumiram quase dois dos quatro anos que durou toda a produção e há outra cena com água que também monopolizou os técnicos e artistas da Pixar/Disney por mais um ano. O resultado impressiona, com certeza.

O desenvolvimento tecnológico da animação é uma das consequências da nova era digitalizada do cinema. As animações ficaram tão perfeitas que está cada vez mais fácil aceitar um rato como herói (Ratatouille).

Praticamente não existe mais diferença da live action. É mesmo?

VALENTE - Título original: Brave. Direção: Mark Andrews, Brenda Chapman. Gênero: Animação (EUA/ 2012, 90 min.). Classificação: Livre.

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Mais conteúdo sobre:
cinemaValente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.