Vai ao ar nesta terça primeiro Casseta sem Bussunda

Muita emoção e um esforço pela alegria. Assim foi na última segunda a gravação do programa do Casseta e Planeta que vai ao ar na noite desta terça, o primeiro sem Bussunda, que morreu há dez dias na Alemanha. "Na hora de gravar, a gente manteve o bom humor, mas depois era um clima meio pesado, pois ele faz muita falta", contou Hubert, o decano dos Cassetas. "Hoje vamos mostrar as gravações da Alemanha sem ele, os hinos de Togo, França e Japão e Baleíssima, a sátira da novela Belíssima." Na quinta-feira passada, eles já haviam abordado a morte do companheiro em seu blog, mas até agora não decidiram como ficarão os personagens interpretados por Bussunda, inclusive o craque Ronaldo e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "O Bussunda não era um ator representando um texto qualquer, era um criador junto conosco e não queremos tomar qualquer decisão de imediato porque poderá ser o caminho errado." Além disso, lembrou Hubert, a campanha política começa logo depois da Copa do Mundo e eles não poderão sequer citar os candidatos no programa. "A partir de agora, o programa ganha outra configuração. A saudade do Bussunda não vai passar, mas o programa continua, mesmo sentindo sua falta", conclui o Hubert. Na segunda, Marcelo Madureira, Hubert, Reinaldo e Maria Paula gravaram Baleíssima, ela como Safadira e Reinaldo como o Jamanta. Hélio de la Peña faz o Ronaldinho Gaúcho e todos participam de Os Melhores Momentos dos Hinos da Copa. O diretor José Lavigne ficou na edição até as primeiras horas desta terça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.