Vaclav Havel é internado com problemas respiratórios

O presidente da República Checa, o escritor e dramaturgo Vaclav Havel, foi internado esta noite no Hospital Militar dePraga com dificuldades respiratórias. Havel padece de uma bronquite crônica. Em 1996, Havel foi operado de um câncer pulmonar e teve extirpado um terço do pulmão direito. Em 1998, sofreu cirurgia de urgência, em Innsbruck, na Áustria, onde passava férias, para remoção de um tumor no intestino. Não foi divulgado por quanto tempo o político de 65 anos deverá permanecer recebendo cuidados médicos no hospital, conforme assinalou o assessor de imprensa de Havel, Martin Krafl, que tampouco especificou se o chefe do Estado checo padece de um problema mais grave nas vias respiratórias. Havel foi eleito presidente da República Checa pela primeira vez, em 1993, e reeleito em 1998.Vaclav Havel, que além de dramaturgo prestigiado em todo o mundo, foi também um dos símbolos da resistência à ditadura comunista de seu país, e que por isso passou dez anos na prisão, tem uma saúde debilitada, resultado desta intensa militância política e pelo fato de ter extirpado parte de um dos pulmões. Dramaturgo que como Samuel Beckett dedicou-se às parábolas sobre a vida e o mundo absurdos, Havel recebeu vários prêmios literários e publicou livros pouco traduzidos para o português. Nas livrarias é possível encontrar Cartas a Olga, de 1992, publicado pela Estação Liberdade e Entrevista a Distância, da Editora Siciliano, livro no qual ele tece críticas ao socialismo radical e dá um depoimento sobre a resistência ao comunismo em seu país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.