Unidade na diversidade

Júpiter e Saturno em oposição; a Lua se aproxima da fase quarto crescente transitando por Escorpião.

astro@0-quiroga.com, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2010 | 00h00

O prazer, a dor, o dever, a transgressão, o lucro, as perdas, tendo nossa humanidade conhecido as experiências que fazem parte do processo mundial, tendo se diversificado, distraído, dispersado e dilapidado recursos e vitalidade, precisa agora reconhecer a Unidade que conecta e relaciona todas as aparentes diferenças, fazendo com que constituam uma unidade orgânica do tamanho do próprio Universo, infinito. Esse é o assunto central das religiões e ciências, conferir a unidade na diversidade, sintetizar os detalhes em leis. Este é o momento histórico em que pela primeira vez essa sagrada tendência pode desenvolver-se no coletivo, pois, até agora essa descoberta era feita apenas por pessoas especiais. Isso é digno de celebração!

ÁRIES 21-3 a 20-4

Importantes questões estão na ordem não apenas deste dia, mas de vários que já foram e de muitos mais que virão por aí. Trate este tempo com especial cuidado e carinho, porque planta as sementes de um longo futuro.

TOURO 21-4 a 20-5

Você pode pensar o melhor, você pode desejar o melhor para certas pessoas de sua vida, mas se não houver esforço para que suas atitudes expressem claramente essa boa intenção, o relacionamento continuará desandando.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Quando as limitações se manifestam de forma teimosa, você pode até pensar que isso seja um sinal para você desistir. Porém, é o contrário, quanto mais perto você se encontrar da vitória, mais difíceis ficarão as limitações.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Avance, faça isso justamente porque se tornou difícil avançar. Essa dificuldade sinaliza ser oportuno você avançar, porque quanto maiores forem os obstáculos, mais próximo da vitoriosa conquista você estará.

LEÃO 22-7 a 22-8

Todas as aventuras são possíveis, só resta considerar as consequências que cada uma delas provocará e entender se você quer ou não pagar esse preço. Tudo é perdoável, mas você inevitavelmente colherá o que plantou.

VIRGEM 23-8 a 22-9

A necessidade é a verdadeira mãe do destino. É fácil reconhecer que a vida é uma longa cadeia de necessidades que você supre ou que fracassa em satisfazer. A experiência é a mãe da necessidade.

LIBRA 23-9 a 22-10

A relativa solidão desta parte do caminho não deve converter-se numa lamúria melancólica, porque está bem longe de ser isso. Esta solidão consiste na necessária sabedoria de aprender a resolver tudo por si só.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

O mundo invisível chama a atenção de nossa humanidade, justamente porque somos os únicos por aqui que temos a capacidade criativa de arrancar sonhos e ideais desse mundo e transformar tudo em obras concretas.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Você não poderá depender de apoio e incentivo para fazer o que tem em mente, terá de confiar em seu taco e apoiar-se no motivo íntimo de acreditar naquilo que só sua alma vê e que não consegue compartilhar com ninguém.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Seu ciclo de manifestação começou quando você respirou pela primeira vez e só finalizará no último suspiro. Por isso, para que lamentar-se pelas experiências que terminaram, se outras novas estão vindo por aí?

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Nada é proibido neste planeta, só que algumas coisas são convenientes enquanto outras são absolutamente inconvenientes. Por isso a necessidade de fazer opções, para não experimentar situações para lá de inconvenientes.

PEIXES 20-2 a 20-3

Antes de qualquer outra coisa, resolva os assuntos de ordem prática, enfrentando e organizando. Enquanto isso, coloque os sonhos e ideais no banco de reserva, aguardando pela oportunidade de se manifestarem de novo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.