Unicamp abre acervo da Biblioteca Digital

Boletins eletrônicos, 1,9 mil teses e uma hemeroteca com 40 mil recortes de jornais sobre Campinas estão disponíveis no acervo da BibliotecaDigital da Universidade Estadual de Campinas - (www.rau-tu.unicamp.br/nou-rau/sbu/), aberta oficialmente ao público hoje. O conteúdo totaliza 300 mil páginas de informações acadêmicas, culturais e educacionais. Segundo o diretor da Biblioteca Central da Unicamp, Luiz Atílio Vicentini, a Biblioteca Digital pretende ser um difusor da produção acadêmica, intelectual e científica da Unicamp. A Biblioteca Digital começou a ser desenvolvida experimentalmente em 2001, com 120 teses digitalizadas. Desde então, registrou 70 milvisitas e 45 mil downloads das teses. A expectativa é de que o conteúdo seja ampliado com outros produtos agregados, inclusive materiaisdigitalizados dos arquivos da universidade.Ainda este ano, a Biblioteca Digital deverá ter partituras com som. Para 2004, irá disponibilizar um arquivo sobre história da arte do século 16. ?É um projeto que será sempre ampliado e adaptado?, comentou o diretor. Na fase experimental, antes de ser divulgado ao público, uma tese de doutorado da Faculdade de Educação se destacou como campeã de downloads. ?Tecnologia e educação: estudo da TV Escola no Amazonas?, do pesquisador do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) Marcus Vinicius Ozores, teve 1,2 mil acessos até a sexta-feira passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.