EFE/Abed Al Hashlamoun
EFE/Abed Al Hashlamoun

Unesco inclui Hebron, cidade da Cisjordânia, na lista de Patrimônio Mundial

Túmulo dos Patriarcas, onde acredita-se que esteja enterrado Abraão, fica no local

EFE

07 Julho 2017 | 13h44

BERLIM — O comitê da Unesco para o Patrimônio da Humanidade inscreveu nesta sexta-feira, 7, em sua lista a área antiga da cidade de Hebron, na Cisjordânia ocupada, onde se encontra o Túmulo dos Patriarcas. Além disso, a área foi inscrita na relação de lugares em perigo.

A decisão foi adotada após um agitado debate na Cracóvia, cidade polaca onde o comitê realiza sua 40.ª reunião até o próximo dia 17.

Neste túmulo acredita-se que esteja enterrado Abraão, considerado o antecessor comum da religião judaica e do Islã, junto com sua esposa Sara. No mesmo lugar, segundo a tradição, estariam enterradas também outros casais bíblicos, como Rebeca e Isaac.

Durante os tempos do rei Herodes foi construído um monumento quadrangular ao redor do túmulo e posteriormente os muçulmanos edificaram o que é conhecida como a mesquita de Ibrahim, o nome árabe para Abraão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.