UNE abre 6.ª Bienal de Cultura e Arte em Salvador

Evento promete discutir formação do povo brasileiro e projetar o futuro; organizadores esperam 10 mil pessoas

AE, Agencia Estado

20 de janeiro de 2009 | 10h04

Salvador será sede, até domingo, da 6.ª edição da Bienal de Cultura e Arte da União Nacional dos Estudantes (UNE). O evento, que completa dez anos, volta a ser realizado na capital baiana, palco da primeira edição, em 1999. Com o tema "Raízes do Brasil: Formação e Sentido do Povo Brasileiro", a bienal tem como objetivo discutir a formação do povo brasileiro e projetar o futuro.O evento ocorrerá simultaneamente em sete pontos turísticos conhecidos da cidade - Escola de Belas Artes, Museu Henriqueta Catharino, Pelourinho e Praça Castro Alves, além dos Teatros Castro Alves, Gamboa Nova e Vila Velha. Na programação haverá exibições públicas de filmes, peças teatrais e apresentações musicais, além de mostras de artes plásticas produzidas por estudantes e debates.É esperada a participação de 10 mil pessoas, entre grupos de estudantes secundaristas, universitários e pós-graduandos de todo o País. Além disso, 20 delegações estrangeiras são aguardadas pela organização da entidade. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
culturaBienalSalvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.