Reprodução
Reprodução

Uma festa para a poesia de Drummond

Pelo terceiro ano, o poeta mineiro será lembrado na data de seu aniversário em eventos por todo o País

Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

30 de outubro de 2013 | 21h48

Um dia para lembrar, festejar e declamar Carlos Drummond de Andrade (1902-1987). Assim tem sido o 31 de outubro, aniversário do poeta, desde 2011, quando, por iniciativa do Instituto Moreira Salles, nasceu o Dia D.

Não se trata, porém, de uma festa restrita ao seu criador. A ideia é que escolas, livrarias, centros culturais e anônimos façam algo para homenagear Drummond, e que o dia se torne para ele o que o Bloomsday é para James Joyce. Foi o Bloomsday, aliás, celebrado ao redor do mundo, que inspirou o Dia D, que, por sua vez, inspirou a Hora de Clarice, evento realizado em dezembro em homenagem a Clarice Lispector.

Este ano, o destaque é para o espetáculo Vida e Verso de Carlos Drummond de Andrade: Uma Leitura, com roteiro do poeta Eucanaã Ferraz, a ser apresentado nesta quinta em São Paulo e no Rio. Foram convidados quatro escritores para a atividade. Um deles terá o papel de narrador e vai contar a vida de Drummond, do nascimento até pouco depois de sua morte. Os outros três vão interromper essa cronologia lendo trechos de cartas, crônicas, poemas e críticas. “A novidade é que não é uma mesa de debates e não é só uma leitura de poemas. Alguém conta a vida dele, que vai sendo ilustrada com os textos”, explica Ferraz.

Da versão paulista, que começa às 19h30 no Espaço Revista Cult (Rua Inácio Pereira da Rocha, 400, tel. 3032-2800), participam Fabrício Corsaletti, Martha Nowill, Noemi Jaffe e Leandro Sarmatz. Para a carioca, foram convidados Alberto Martins, Antonio Cicero, Afonso Henriques Neto e Joca Reiners Terron. A apresentação começa às 20 h, no IMS (Rua Marquês de São Vicente, 476, tel. 21 3284-7400, senhas serão distribuídas às 19h30). Qualquer entidade interessada em promover esse espetáculo pode pedir o roteiro ao IMS. “Não é uma tentativa de direcionar a festa, mas quem quiser pode levar o bolo pronto”, diz Eucanaã Ferraz.

Também em São Paulo, das 10 h às 11 h, será realizada a oficina No Meio do Caminho Tinha... Drummond para alunos de 10 a 14 anos da EMEF Desembargador Amorim Lima. A atividade será comandada pelos educadores Luiz Felipe Cambuzano e Luciana Nobre no IMS (Rua Piauí, 844). Já no colégio Morumbi, estudantes do 1.º ao 5.º ano dedicarão o dia a Drummond. Eles levarão material de pesquisa de casa para atividades em sala de aula.

Na Universidade do Ceará, em Fortaleza, (Rua Alexandre Baraúna, 949), a professora Letícia Malard faz as conferências Pedras e Caminhos de Drummond, às 10 h, e Drummond, Memórias e Sentimentos, às 16 h.

No Sebinho (SCLN 406, Bloco C, loja 44), em Brasília, a homenagem começa às 14 h, com aquele mesmo roteiro do IMS. Às 16 h, será exibido o filme O Amor Natural (Holanda, 1995), da cineasta holandesa Heddy Honigmann, que evoca os poemas eróticos de Drummond. Às 19 h, a professora da UnB Elizabeth Hazin lê trechos de sua peça Viagem na Família, com fragmentos da obra do poeta. Às 19h30, um debate reunirá Hazin, Edmilson Caminha e Hermenegildo Bastos.

No IMS de Poços de Caldas (Rua Teresópolis, 90), às 19h30, haverá a exibição do vídeo Consideração do Poema. Depois, a população será convidada a ler, cantar ou recitar seu poema preferido.

As adesões de 2012 e deste ano foram menores que a de 2010, mas isso não preocupa Ferraz, que é também consultor do IMS. “O Dia D não é uma festa para um ano. Talvez as pessoas e as instituições não tenham entendido claramente que a ideia é que se faça isso todo ano. Todo mundo fica à procura da efeméride.” A programação completa está em www.diadrummond.ims.uol.com.br.

Neste mês, a Companhia das Letras mandou para as livrarias dois títulos: De Notícias e Não Notícias Faz-se a Crônica, com mais de 60 textos sobre assuntos diversos, e A Vida Passada a Limpo, com os poemas CF742>Prece de Mineiro no Rio e Especulações em Torno da Palavra Homem, entre outros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.