Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Uma carreira dividida entre cinema e MPB

Além da sua recém-descoberta vertente autoral, a carreira de Gui Amabis se divide entre criações para cinema e produções de artistas renomados da cena paulistana. O compositor assina, por exemplo, parte das trilhas de Bruna Surfistinha, Quincas Berro d'Água e de filmes estrangeiros como Senhor da Guerra, no qual estrela Nicolas Cage, e A Estranha Perfeita, com Hale Berry e Bruce Willis. Seus trabalhos com nomes da cena paulistana formam uma obra de considerável influência na MPB moderna. É de Amabis a co-produção de Vagarosa e a produção Caravana Sereia Bloom, os dois últimos discos de Céu. É sua também a co-produção de São Mateus Não é Um Lugar Assim Tão Longe, de Rodrigo Campos. Seu trabalho no disco Sonantes também ilustra as suas conexões musicais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.