Um western clássico de Anthony Mann

Robôs

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

08 de junho de 2012 | 03h07

16H10 NA GLOBO

(Robots). EUA, 2005. Direção de Chris Wedge.

Parceiro de Carlos Saldanha na realização do primeiro Era do Gelo, o diretor Wedge conta aqui a história de robozinho, filho de um humilde lavador de pratos, que sonha ser mágico e, para isso, vai à Robot City, onde um usurpador ocupa o lugar daquele que deveria ser seu mestre. Visual elaborado, mas o relato

é um tanto atravancado. Reprise, colorido, 91 min.

Vingança Implacável

22H30 NA REDETV!

(Born to Raise Hell). EUA, 2010. Direção de Lauro Chartrand, com Steven Seagal, Dan Badarau, Darren Shahlavi e D. Neil Mark.

Steven Seagal faz agente norte-americano que caça traficantes de armas e drogas nos Bálcãs. O cara mata o parceiro do herói. Seagal, como diz o original, nasceu para criar o inferno. O vilão vai se arrepender, ora se vai. Reprise, colorido, 98 min.

A Árvore da Música

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 2009. Direção de Otávio Juliano.

Árvore definidora da nação brasileira, o pau-brasil há mais de 250 anos é utilizado na confecção de violinos. A madeira produz uma sonoridade rara que nenhuma outra árvore da natureza conseguiu substituir. A preservação do pau-brasil é, por isso, vital para a própria história da música. Um documentário muito bonito. A cena em que o pesquisador encontra a árvore mais velha do País - e ela é identificada como 'indivíduo' - é de uma emoção a toda prova. Reprise, colorido, 78 min.

Viagem ao Centro da Terra

22H45 NO SBT

(Journey to the Center of the Earth). EUA, 2008. Direção Eric Brevig, com Brendan Fraser, Josh Hutcherson, Anita Briem, Seth Meyers.

Por volta de 1960, Henry Levin fez uma bela adaptação da fantasia de Jules Verne, com James Mason e Pat Boone. Quase 50 anos depois, surgiu essa outra versão em que o cientista Brendan Fraser parte em busca do irmão que desapareceu e sua jornada o leva ao centro da Terra. Muitos efeitos, e uma mistura de Indiana Jones com Parque dos Dinossauros. Jules Verne é uma referência tão distante que o próprio livro fornece uma chave da trama, até como forma de justificar a filiação. Reprise, colorido, 93 min.

Placa não Fala

1H30 NA TV BRASIL

Brasil, 1996. Direção de Dominique Gallois e Vincent Carelli.

O trabalho audiovisual de Vicente Carelli no resgate das culturas indígenas do País é de valor inestimável. Aqui, os índios waiãpis, do Amapá, narram sua história desde os primeiros contatos com uma frente garimpeira na década de 1970, até a demarcação de suas terras, concluída em 1996. Além de dar voz aos nativos, Carelli também tem lhes dado os instrumentos para que eles próprios se filmem. Reprise, colorido, 27 min.

TV Paga

O Preço de Um Homem

15H20 NO TCM

(The Naked Spur). EUA, 1953.

Direção de Anthony Mann, com James Stewart, Janet Leigh, Ralph Meeker, Robert Ryan, Millard Mitchell.

Um dos grandes westerns do cinema e uma das melhores parcerias (a melhor?) do diretor Mann com o astro James Stewart. Ele faz caçador de recompensas que prende o fugitivo Robert Ryan. O outro, para tentar se safar, lança o herói contra o grupo que participa da caçada. Mann filmou nas Montanhas Rochosas, integrando a aspereza da paisagem ao relato. Pelo horário, a emissora deve exibir o filme dublado. Reprise, colorido, 91 min.

Conta Comigo

22 H NO TCM

(Stand by Me). EUA, 1986. Direção de Rob Reiner, com Wil Wheaton, River Phoenix, Corey Feldman, Jerry O'Donnell, Kiefer Sutherland.

Hollywood fez vários filmes sobre o rito de passagem da infância à idade adulta. Este é dos melhores. Baseia-se numa história de Stephen King (The Body, O Corpo) e conta a história de quatro garotos que buscam um morto na floresta. A amizade é colocada à prova durante a jornada, que se passa nos anos 1950. O narrador, alter ego do próprio escritor King, é Richard Dreyfuss. Reprise, colorido, 87 min.

Entrevista

20H25 NO TELECINE CULT

(Interview). EUA, 2007. Direção e

interpretação de Steve Buscemi,

com Sienna Miller.

Steve Buscemi dirige e interpreta a história de jornalista investigativo que entra em crise ao ter de entrevistar estrelinha em ascensão. Acostumado às denúncias, ele acha que vai se defrontar somente com fofocas banais. Feito para TV, o filme é interessante e surpreende - na mesma medida em que o personagem é surpreendido (e colocado em xeque) pela entrevistada. O filme homônimo de Federico Fellini - Intervista, com Marcello Mastroianni e Anita Ekberg - está sendo programado pelo canal Futura dia 29, às 22 h. Reprise, colorido, 82 min.

O Padre e a Moça

0H45 NO CANAL BRASIL

Brasil, 1966. Direção de Joaquim

Pedro de Andrade, com Helena Ignez, Paulo José, Mário Lago.

Um poema em imagens - e adaptado de um poema de Carlos Drummond de Andrade. O jovem padre Paulo José enamora-se da paroquiana Helena Ignez. Reprise, preto e branco, 93 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.