Um sutil e refinado tributo a Doris Day

NELLY MCKAY

, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2010 | 00h00

NORMAL AS A

BLUEBERRY PIE

Preço: R$26

Quanto melhor conheço as pessoas, mais gosto dos animais. A frase de Mark Twain é o mote que une Nelly McKay, 28 anos, a Doris Day, 88. Ambas são defensoras dos direitos dos animais. Por isso, McKay fez um tributo ao lado menos conhecido de Doris Day, o de notável cantora, em Normal as Blueberry Pie, seu primeiro CD para a Verve.

Nelly McKay escolheu 11 num repertório de mais de 500 canções de sua musa. Refina nos arranjos, inclui até trompa, flauta, sax, trompete e trombone. Além de cantar com insuperável afinação, ainda toca piano, órgão, ukulele, sintetizador, melotron, sinos, tímpanos e tambura.

Tudo soa sutil, refinado. Tece sonoridades levíssimas como a célebre torta do título do CD.

Destaque para Send me no flowers, com trio de trompa, ukelele e sinos; a irresistível Dig it, do tempo das big bands; e uma Meditação que deixa Tom emocionado. E, claro, uma Sentimental Journey que nos oferece até oboé.

OUÇA TAMBÉM

COLE PORTER MIX Artista: Patrícia Barber. Álbum: Cole Porter Mix. Gravadora: Blue Note (2008). Só canções conhecidas, em versões surpreendentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.