"Um Só Coração" supera "A Casa das Sete Mulheres"

Se mantiver a audiência da semana de estréia, Um Só Coração ficará entre as minisséries mais assistidas da história da Globo. Isso mesmo, a saga de Yolanda Penteado em homenagem aos 450 anos de São Paulo estreou com o pé direito em ibope. Em sua primeira semana no ar, do dia 7 ao dia 10 de janeiro, Um Só Coração alcançou média de 37 pontos de ibope, segundo medição na Grande São Paulo. A minissérie anterior da Globo, A Casa das Sete Mulheres, que foi ao ar no mesmo período, só que em 2003, obteve média de 33 pontos de audiência em sua semana de estréia, que foi do dia 6 ao dia 9 de janeiro. A trama de Maria Adelaide Amaral e Walter Negrão saiu do ar em abril, registrando média de 28 pontos de audiência.Um Só Coração, que começou a ser gravada em outubro e teve locações em Santos, Campinas, Bananal e Rio das Flores (RJ), presta uma homenagem a São Paulo, que completa 450 anos no próximo domingo. A minissérie obteve em seu capítulo de estréia 37 pontos de média e pico de 42 pontos de audiência, segundo dados consolidados de São Paulo. No horário em que Um Só Coração foi exibido a Globo alcançou 54% de share (participação no total de TVs ligadas). Cada ponto do Ibope corresponde a 47 mil domicílios com televisores ligados no canal. Já A Casa das Sete Mulheres teve 36 pontos de audiência em seu primeiro dia de exibição, mas depois seu ibope caiu.Vida real - Além de novos atores que passam a integrar o elenco vivendo personagens ilustres da época, Um Só Coração contará com uma participação especial. A atriz Gabriela Hess, sobrinha-bisneta de Yolanda Penteado na vida real, vai participar da trama. Ela fará sua bisavó, Guiomarita Penteado, irmã de Yolanda. Em um dos capítulos, Gabriela Hess dará à luz a sua tia-avó Antonieta Penteado da Silva Prado Cintra (que estará na vida real assistindo ao seu próprio nascimento na TV). Gabriela ajudou na produção da novela e, como é atriz de teatro, acabou ganhando um papel. A aparição de Gabriela deve acontecer nos próximos dias.

Agencia Estado,

21 de janeiro de 2004 | 15h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.