Um sítio com pica-pau, Internet e microondas

Dona Benta mandando e-mails pela Internet; Tia Nastácia fazendo suas receitas deliciosas num microondas; as travessuras de Emília contadas por meio de computação gráfica; Rabicó, Cuca, Quindim e Burro Falante na forma de bonecos animados. Quem poderia imaginar tanta modernidade invadindo o universo de Monteiro Lobato? Mas é assim, juntando fantasia e tecnologia, que a Globo apresenta a nova versão do Sítio do Pica-Pau Amarelo, com previsão de estréia no dia 10 de outubro, às 11 h, dentro de Bambuluá.O programa, que terá histórias semanais, com duração de 10 a 12 minutos, começou a ser gravado há duas semanas num sítio em Guaratiba, zona oeste do Rio, e nos estúdios do Projac. Embora o diretor-geral da atração, Márcio Trigo, lance mão de todo o aparato técnico a que tem direito para fazer as crianças viajarem pelo Reino das Águas Claras - primeiro episódio da série -, a equipe de roteiristas formada por Cláudio Lobato, Luciana Sandroni, Mariana Mesquita e Toni Brandão pretende preservar a essência do escritor, com os tradicionais pó de pirlimpimpim, saci e brincadeiras infantis ao ar livre.Dona Benta agora é Nicette Bruno, e Tia Nastácia, Dhu Moraes, que atualmente pode ser vista como a Mamãe Dolores de O Direito de Nascer, do SBT. "Está havendo um entrosamento muito grande entre nós. Já estamos formando uma família", afirma Nicette, que, embora não seja muito ligada à vida no campo, tem se adaptado bem ao sítio de verdade, onde é gravado o programa. "Estou me familiarizando com a vaca Moxa e o cavalo Pangaré. É muito gostoso ver as crianças brincando com eles e notar como conseguem com que os bichos façam o que pedem. O clima de gravações é maravilhoso: tenho a impressão de que o Sítio vai dar supercerto e ficará no ar por muito tempo", observa a atriz, que está usando cabelos grisalhos, num corte moderno, além saias e botinhas.Com mais de 40 sobrinhos - ela já é, inclusive, tia-bisavó - Dhu Moraes, de 50 anos, está emprestando "esse lado bem desenvolvido de tiazona" à sua personagem. Para viver a Tia Nastácia ela precisou passar por um leve envelhecimento: "Uso peruca grisalha com um coque, aventalzinho, lenço na cabeça, maquiagem acentuando um pouco as marcas de expressão e uma voz mais grave. Embora ela viva no ano 2000, o clima da personagem é o mesmo dos livros de Lobato: uma mulher totalmente voltada para a família, que cuida de todos como se fossem seus filhos".Dhu conta que chorou ao colocar os pés no sítio em Guaratiba, no primeiro dia de gravação. "Senti uma nostalgia incrível. Eu nasci num sítio em Itaboraí, no Estado do Rio, e me lembrei de quando era pequena e colocava grãozinhos de milho nas covas, enquanto meu pai ia fechando tudo com terra."Ela faz questão de frisar que continua fazendo parte do grupo As Frenéticas e que vai conciliar as gravações do Sítio com os shows. Aproveitando os dotes de cantora de Dhu, a personagem aparecerá cantarolando na cozinha. "Entre uma briga e outra com o microondas, que ela não se conforma por Dona Benta ter comprado, Nastácia canta a música-tema do Sítio e outras de domínio público. É um lado dela que também estou adorando".Aos 11 anos de idade, Fernanda Biancamano, a Narizinho, e César Cardadeiro, o Pedrinho, são atores, digamos, tarimbados. César começou a carreira aos 4 anos, fazendo comerciais e fotos publicitárias: "Fiz mais de 85 comerciais e várias participações na TV". Até o ano passado, ele integrava a Turma do Didi. Depois, gravou dez capítulos da minissérie Aquarela do Brasil, como um dos filhos de uma família alemã.Cem meninas - Fernanda foi escolhida entre mais de 40 meninas, depois de dois meses de testes rigorosos. Chegaram a pensar nela para ser a Emília, mas seu perfil era o da doce Narizinho - personagem vinculado até hoje a Rosana Garcia. Isabelle Drummond, de 7 anos, foi escolhida entre cem meninas para ser a Emília. Ela interpretou, recentemente, a filha de Maria Eduarda (Ana Paula Arósio), na minissérie Os Maias: "Eu sempre brincava de fazer comercial e minha mãe me botou numa agência. Quero ser atriz e veterinária".Isabelle tem impressionado os veteranos do elenco por sua naturalidade. "Outro dia eu e Nicette ficamos fascinadas com o jeitinho dela ao gravar uma cena. É impressionante como as crianças do programa são profissionais: vêm com o texto na ponta da língua, quase não erram e gravam com a maior facilidade", comenta Dhu.O novo Saci é o carioca Isak da Hora, de 13 anos, que, esperto como seu personagem, para fazer os testes assistiu a alguns capítulos da versão anterior do Sítio. O Visconde de Sabugosa é Cândido Damm, ator de teatro e TV.

Agencia Estado,

03 de setembro de 2001 | 11h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.