Um marco do documentário no País

Amir Labaki, criador do festival É Tudo Verdade, desempenhou um papel muito importante na valorização do documentário no País. E hoje ele apresenta, às 22h35, no Canal Brasil, um documentário que se tornou clássico - Brasil Verdade. Produzido por Thomaz Farkas, reúne quatro títulos daquela série em que o grande fotógrafo e empreendedor se associou a diversos diretores, nos anos 1960, para mapear a paisagem humana e social do País. Três deles são particularmente bons - Subterrâneos do Futebol, de Maurice Capovilla; Memórias do Cangaço, de Paulo Gil Soares; e o melhor de todos, Viramundo, de Geraldo Sarno, sobre migrantes nordestinos em São Paulo, que possui 40 minutos de duração, mas é grande como cinema.

Agencia Estado,

18 de julho de 2006 | 10h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.