Um lugar nobre para a brasiliana de Oliveira Lima

No momento em que as bibliotecas americanas estão optando por guardar livros em galpões distantes e, assim, abrir mais espaço para cafés, pufes e computadores, como é o polêmico caso da Biblioteca Pública de Nova York, uma outra instituição vai na contramão, e por uma causa brasileira. A Universidade Católica da América, de Washington, acaba de ceder a melhor sala da John K. Mullen Memorial Library, a principal biblioteca do campus, para abrigar o rico acervo que o diplomata e bibliófilo pernambucano Manoel de Oliveira Lima (1867-1928) doou à universidade em 1920. Mais de 58 mil livros, 200 mil páginas de correspondências, 600 obras de arte, móveis e outros documentos que retratam sobretudo o século 19 estarão ali ao lado da coleção de obras raras da instituição numa área de 400 m². "Será o lugar mais bonito para estudar o Brasil fora do Brasil", diz Thomas Cohen, em passagem por São Paulo esta semana para buscar apoio financeiro para a reforma do espaço. Se tudo correr bem, será inaugurado em 2015. Há ainda a ideia de transformá-lo em centro cultural brasileiro. Com a Biblioteca do Congresso, distante apenas 3 km, será importante destino de pesquisadores interessados na história do Brasil.

Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2012 | 03h10

CONCURSO

Paraná cria prêmio literário

A Secretaria da Cultura do Paraná anuncia na segunda-feira uma nova premiação literária em âmbito nacional para obras inéditas de autores estreantes ou veteranos. O Prêmio Paraná de Literatura 2012 vai abarcar três categorias, que receberão o nome de escritores do Estado: romance (Prêmio Manoel Carlos Karam), contos (Prêmio Newton Sampaio) e poesia (Prêmio Helena Kolody). Cada vencedor ganhará R$ 40 mil e 100 exemplares de seu livro, que será publicado pela Biblioteca Pública do Paraná, responsável pelo concurso. A comissão julgadora, ainda a ser formada, terá três membros por área.

*

O edital estará disponível no site da Secretaria da Cultura do Paraná a partir de segunda-feira e as inscrições, gratuitas, devem ser feitas até o dia 31 de agosto. Os vencedores serão revelados antes do Natal.

EVENTO

Saindo da toca

O recluso Rubem Fonseca disse sim ao convite da Feira do Livro de Guadalajara e da Fundação Biblioteca Nacional e estará ao lado de outros 19 escritores brasileiros na festa mexicana, entre 24/11 e 2/12. Em fevereiro, o autor de Vastas Emoções e Pensamentos Imperfeitos esteve em Póvoa de Varzim, Portugal, para o 13.º Correntes D'Escrita e para receber o Prêmio Casino da Póvoa.

MÚSICA

Décadence avec élégance

Depois do sucesso comercial dos guias politicamente incorretos da Leya (da filosofia, da história do Brasil e da América Latina), quem embarca na onda da série é a Nova Fronteira. A editora contratou Lobão para escrever o Guia Politicamente Incorreto da MPB (título previsto), que deve sair no primeiro semestre de 2013.

HISTÓRIA

Ensina-me a viver

Roman Krznaric, historiador da cultura e membro da School of Life de Londres, terá seu The Wonderbox: Curious Histories of How to Live publicado no Brasil em maio de 2013 pela Zahar. A proposta do autor é que o leitor abra essa caixinha de surpresa que é a história para descobrir novas formas de viver. Da Grécia Antiga, por exemplo, é possível aprender que existem seis tipos de amor e que atualmente os concentramos em uma só pessoa. Com a dinastia Ming, a criar os filhos. Além de amor e família, há outros 10 temas: empatia, trabalho, tempo, dinheiro, sentidos, viagem, natureza, crença, criatividade e modo de lidar com a morte.

NÃO FICÇÃO

Os quereres de Stendhal

Textos curiosos que fogem às características que fizeram de seus autores escritores conhecidos devem ser o mote de uma nova coleção que a Ateliê quer lançar. A ideia surgiu durante a edição de Os Privilégios, de Stendhal (1783-1842), previsto para julho e com tradução de Jerusa Pires Ferreira. Nesta curta obra, ele faz uma lista de 23 desejos. *

Um deles: "Em todo lugar, depois de ter dito rezo por minha alimentação, o privilegiado encontrará: duas libras de pão, um bife cozido ao ponto, um quarto de cordeiro idem, um prato de espinafre idem, uma garrafa de São Julião, uma garrafa de água, uma fruta, um sorvete, e uma meia xícara de café. Essa prece será atendida duas vezes em vinte e quatro horas."

NACIONAL

Feridas, sussurros e solteironas

A Bertrand começa a se organizar para a Bienal do Livro de São Paulo, em agosto, e aposta em três títulos de autores brasileiros: Feridas de Um Leitor, seleção de mais de 20 artigos publicados por José Castello na imprensa; a novela Claros Sussurros de Celestes Ventos, de Joel Rufino dos Santos; e O Casarão da Rua do Rosário, de Menalton Braff.

*

No casarão, cenário do romance de Braff, moram cinco irmãs - quatro solteiras religiosas e a viúva de um desaparecido de 64. A história é contada em cinco partes.

INFANTIL

Letria em São Paulo

E por falar em Bienal, o português José Jorge Letria, autor de Avô Conta Outra Vez (Peirópolis), vencedor do Prêmio FNLIJ 2011 de melhor livro em língua portuguesa, confirmou presença na feira. Ele aproveita a vinda e lança, também pela Peirópolis, Brincar com Palavras, ilustrado por Silvia Amstalden.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.