Um homem que viveu e morreu de paixão

O livro de Yaçanã Martins e Cacau Hygino tem como subtítulo A Verdadeira História de Amor não por acaso - na TV, Lurdes Torelly era a amante. Mas Herivelto ficou com ela 44 anos, enquanto com Dalva, 8. Cartas e telegramas deixam claro sua devoção e ciúme. "A vontade de beijar a tua boca é, em mim uma ideia fixa. Sonho com isso", escreveu.

O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2012 | 03h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.