Um galã e seu sonho de virar cineasta

Márcio Garcia estreia na direção de um longa em coprodução com EUA

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

06 de julho de 2010 | 00h00

Na Forma da Lei, a minissérie das terças na TV Globo, sobre o universo da Justiça, fica no ar até agosto, mas Márcio Garcia, seu antagonista, o psicopata Maurício Viegas, já está bem longe do Rio. No fim de junho, finalizadas as gravações no Projac, ele voou para a Califórnia, onde dá forma a um sonho: dirigir um longa - o mesmo já realizado por atores como Selton Mello, Matheus Nachtergaele e Marco Ricca.

Márcio não é experiente, mas também não é exatamente um novato nos sets. Além de ter atuado em quatro produções, dirigiu um curta. Estrelado por Milhem Cortaz e premiado em festivais internacionais, Predileção, a história por trás de um assalto a banco, o curta estreou na edição do ano passado do Festival de Cinema do Rio. Agora ele assinará uma produção norte-americana, Bed & Breakfast. No elenco, binacional, atores como Jason Alexander, o George Constanza de Seinfeld, e Dean Cain, o Super-homem da TV.

"Eu acho que sempre soube que esta hora chegaria. Sou fascinado por cinema. Adoro ler sobre câmeras, lentes e iluminação desde que comecei a trabalhar na televisão. Mas dirigir não é algo simples", contou Márcio ao Estado por e-mail, poucos dias antes da viagem.

Há tempos o ator cultiva o hábito de espiar as câmeras do Projac nos intervalos das gravações. "Esta, na minha opinião, é a grande vantagem para o ator que se envereda na direção: ter referências. Diretores que nunca atuaram e nunca foram dirigidos muitas vezes não sabem o peso que suas palavras e seu comportamento podem ter."

Márcio foi convidado à direção por um produtor norte-americano, seu amigo. Para o elenco brasileiro, reuniu Juliana Paes, Rodrigo Lombardi (seus companheiros da novela Caminho das Índias), Marcos Pasquim e Débora Lamm, entre outros - ele também participa.

Hospedaria. Bed & Breakfast é uma comédia romântica. Juliana é a mocinha, uma vendedora de loja que descobre que herdou uma propriedade na região vinícola da Califórnia, a qual ela decide reformar para que se transforme numa hospedaria do tipo que oferece "cama e café da manhã".

As filmagens no Rio foram em abril. Agora, Márcio corre contra o tempo por conta da barriguinha de grávida de Juliana Paes (ela está com quatro meses), que não poderá aparecer em cena. A intenção é estrear em 2011, primeiro nos EUA, depois no Brasil. Além dos atores, é dos EUA a equipe técnica.

"O produtor de arte é o mesmo de Lost e Beowulf, e o fotógrafo fez Supremacia Bourne", conta um orgulhoso Márcio, que é fã do estilo de Luc Besson (O Quinto Elemento), John Woo (Missão Impossível 2) e Zack Snyder (300), além de Tarantino, Tim Burton e Oliver Stone, e elege Fernando Meirelles como o maior entre os brasileiros.

Aos 40 anos, o galã já foi apresentador da MTV, da Globo e da Record. Já foi elogiado como ator, como na novela Celebridade, em que fez com Cláudia Abreu a explosiva dupla Cachorra & Michê. Foi achincalhado, tachado de inexpressivo, caso do Bahuan de Caminho das Índias. Foi dublador da trilogia d"A Era do Gelo e de outras animações. Ex-modelo, garoto do Rio, casado e pai de três crianças, faz a alegria dos papparazzi jogando futevôlei na praia e desfilando a boa forma.

Parece querer mais. Com Bed & Breakfast, quer "aprender e evoluir". Diz não se prender a críticas nem se dobrar à nostalgia. "Não sou muito de perder tempo com vontades e saudades. Tudo tem sua hora!"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.