João Caldas/Divulgação
João Caldas/Divulgação

Um ficcionista redescoberto

O espetáculo 3 Casas (Tríptico Alfrediano) revê legado de Alfredo Mesquita e passeia por sua obra como contista

Maria Eugênia de Menezes, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2011 | 00h00

Por vezes, a obra é tão grande, que obscurece o criador. A inauguração da Escola de Arte Dramática representou um feito, de tantas maneiras, marcante entre nós que acabaria por esconder as outras realizações de Alfredo Mesquita. É um pouco desse legado - que transcende o papel de mestre do teatro paulistano - que o espetáculo 3 Casas (Tríptico Alfrediano) ajuda a iluminar.

Na peça, que abre temporada a partir de hoje no Teatro Alfa, eleva-se a primeiro plano o lugar de Mesquita como ficcionista. Capitaneado por duas ex-alunas do autor na EAD - Bri Fiocca e Cecília Maciel -, o projeto se debruça sobre cinco de seus contos. Histórias breves que, amalgamadas, sobem ao palco no formato de três peças.

Adaptadas e dirigidas por diferentes artistas, as partes dessa obra podem ser lidas de maneira independente. Porém, assim como acontece nos trípticos da pintura, guardam entre si uma relação e adquirem um sentido maior quando apresentadas em conjunto. "As peças foram concebidas de maneira completamente independente. São três visões distintas. Mas existe um universo tão forte dentro da sua obra que acabou por criar, naturalmente, uma identidade. Como se existisse uma narrativa dramática que amarrasse os três espetáculos", comenta Calixto de Inhamuns, um dos diretores do projeto ao lado de Gabriela Rabelo e Paulo Faria.

Outro dado a amarrar o que se vê em cena é a presença de um mesmo elenco, que se reveza na composição de todos os papéis. "São, muitas vezes, os personagens que fazem a passagem de um universo para o outro", resume Bri Fiocca. O texto que abre a encenação é Nosso Filho. Inspirada no conto homônimo de Mesquita, Gabriela Rabelo conta as desventuras do casal Deia e Matoso. Ele tenta engravidar a mulher. Mas, sem obter sucesso, pede a um amigo, Artur, que faça um filho para ele. O absurdo confere graça à ação, que se passa no ambiente de uma vila paulistana nos anos 1940.

É uma cidade em transformação, onde casas são reduzidas a ruínas para ceder lugar a novas paisagens, que emerge desses contos de Alfredo Mesquita.

Xale Rocho, cena resultante da junção de duas narrativas - A Cavação e Xale Rocho - trata justamente dessa São Paulo em mutação. "A cidade cresce. Não saio. A cidade se esparrama. Inabitável. Violenta. Que medo", diz uma enigmática personagem batizada de "Mulher Antiga". Quem assina a direção dessa parte é Paulo Faria, encenador conhecido pelo seu trabalho à frente da cia. Pessoal do Faroeste.

Esperança de Família também surge da sobreposição de dois contos: A Suruba e A Esperança de Família. Cabe a Calixto Inhamuns a encenação, que mescla a história de uma família que deposita as esperanças de dias melhores em um bom casamento da filha e a aventura escabrosa de um tio, que participa de uma orgia com primas mortas. "Encontramos nesses contos um mundo apodrecido, contaminado pelo realismo fantástico", comenta o diretor. Além do espetáculo, o projeto Tríptico Alfrediano também deve contemplar, em datas ainda a serem definidas, um ciclo de palestras sobre a obra do fundador da EAD.

3 CASAS [TRÍPTICO ALFREDIANO]

Teatro Alfa. Sala B. Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, tel. 5693-4000. 4ª e 5ª, 21 h; 6ª, 21h30. R$ 20/R$ 40. Até 29/7.

QUEM É

ALFREDO MESQUITA3

DRAMATURGO E DIRETOR TEATRAL

Nascido em São Paulo, em 1907, o diretor e autor foi responsável pela criação do Grupo de Teatro Experimental, que daria origem ao Teatro Brasileiro de Comédia (TBC). Assinou encenações marcantes, como À Margem da Vida, de Tennessee Williams. e foi um dos fundadores da Revista Clima. Sem amparo oficial, inaugurou em 1948, a Escola de Arte Dramática (EAD). Morreu em 1986.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.