Ulysses Cruz chega às novelas com "Estrela Guia"

Depois de três anos de Rede Globo de Televisão, o diretor de teatro Ulysses Cruz chega, finalmente, às novelas. "Estrela Guia", protagonizada pela cantora Sandy, que estréia nesta segunda-feira, às 18 horas, é o primeiro trabalho de direção de Cruz, função dividida com Denise Saraceni e Carlos Araújo."Não tinha ido antes para as novelas por medo", admite Cruz. Na verdade, foi um pouco por acaso que chegou a essa produção. Até o fim de 2000, ele fazia parte da equipe dos infantis da emissora, de onde pediu para sair. Naquele núcleo, o diretor aprendeu o principal trabalho a ser feito dentro de uma emissora de TV: exercitar a arte da paciência e da diplomacia. A emissora não definia o que queria na programação da manhã, mudou o que havia inicialmente planejado e tudo o que Cruz realizou foi para o lixo."Chegou uma hora em que saí procurando as pessoas para saber se meu trabalho era bom ou não. Achava que deveria ficar nos infantis para aprender a fazer TV porque lá os diretores teriam mais tempo para mim. Mas chegou uma hora em que deu vontade de sair e pedi para mudar de núcleo."Ao ser convidado para ir para a Globo, Cruz, primeiro, fez um curso ministrado pela emissora e foi, de cara, escalado para dirigir uma novela das 8, "Suave Veneno". Já havia iniciado a preparação do elenco, quando foi convocado para fazer o especial de fim de ano da apresentadora Angélica. Gostou do resultado e optou por ficar nos infantis, então comandado por Roberto de Oliveira. Mudanças levaram Roberto Talma à direção do núcleo da programação infantil."Fiz o que me foi pedido, que era algo na linha da TV Cultura. Mas toda a programação da manhã se modificou e minhas coisas passaram a não se encaixar mais no novo perfil." Em busca de algo novo para fazer na emissora, Cruz foi chamado por Denise Saraceni para preparar o elenco jovem que ela havia escalado para a nova novela. Não demorou muito e ele se juntou à equipe de diretores. Entre eles, não há divisão formal de tarefas. Cruz, porém, admite que prefere fazer as cenas de estúdio. "Lá dentro, posso olhar mais no olho do ator. Nas externas, as opções são muitas e me perco um pouco."Logo que chegou à emissora, o diretor "trombou" com algumas pessoas porque tinha ciúmes de suas idéias e teve dificuldades para trabalhar com tanta gente em volta. "Tem sempre um Maracanã de gente atrás de você", conta. Agora, ele aprendeu que o diretor, na TV, é apenas parte de um processo e não o "Deus" que tudo determina no teatro. Também não se intimida mais com os Maracanãs ao redor dele.Sobre "Estrela Guia", Cruz é todo empolgação. Definiu a novela como sendo algo "simples, cheio de gentileza". Empolgação maior, mesmo, é quando ele fala a respeito de Sandy, que interpreta a protagonista Cristal e contracena com o ator Guilherme Fontes. "Ela é uma artista e não somente uma cantora ou atriz. É aplicada, concentrada e entende de primeira o que se pede a ela. Dificilmente, mexeremos na sensibilidade dela como ela mesma já mexe."Apesar dos elogios para a cantora - que atua num seriado da emissora, o "Sandy e Jr.", mas faz a estréia em novelas -, Cruz explica que não pensa em a levar para os palcos teatrais. "O teatro não está com essa bola toda. Mas, com certeza, ainda vou dirigir um show dela ou, pelo menos, vou candidatar-me a dirigi-la."Teria a TV tirado Cruz definitivamente do teatro? Ele afirma que não. Tanto que estreará, em maio, em algum palco paulista. Em cena, o atual galã emergente Thiago Lacerda. O ator é também o produtor de "No Círculo das Luzes", de Doc Comparato, que terá figurinos de Lino Villaventura e cenários de Hélio Eichbauer. Os ensaios da peça começam agora, segundo ele, com a estréia da novela."Estou nesse trabalho com muita alegria e espero ser convidado a fazer outras novelas. Gostaria, porém, de poder participar do processo desde o início para trazer para a TV atores e textos que a TV não conhece. Afinal, acho que é isso o que a Globo quer ou não teria chamado um diretor de teatro para trabalhar na empresa."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.