TVs têm programação especial no Dia Contra a Aids

Diversos eventos prometem integrar a programação do Dia Mundial de Luta contra a Aids, comemorado nesta quarta-feira. Documentários, especiais e debates irão ao ar aproveitando a data para divulgação de dados sobre a doença.Um dos programas que prometem traçar um panorama atual da doença é Staying Alive, especial que vai ao ar às 19h30, no canal CNN e, simultaneamente, às 20h30, na MTV Brasil. Apresentado pela âncora Monita Rajpal e pelo VJ da MTV americana Tim Kash, o programa traz reportagens de todo o mundo sobre a aids.Uma delas mostra a experiência de uma escola da Tailândia onde crianças de 9 anos têm aulas de educação sexual ministradas por um adolescentes portador do vírus HIV. O programa também mostra Chang Mai, local com um dos maiores índices de contaminação pelo HIV na Ásia, e a China, onde o número de pessoas contaminadas cresceu 30% nos últimos cinco anos. A parte que cabe ao Brasil foi realizada pela VJ Sarah, da MTV. Ela entrevistou infectologistas como Marinela de la Negra e jovens brasileiros sobre o que pensam da aids.Outro canal da TV paga que dará bom espaço para o assunto é o GNT. Nós, Mulheres que vai ao ar à 0h15 é um documentário sobre aids que abre a programação especial do canal dedicada ao assunto. A atriz Emma Thompson e algumas médicas de destaque mostram como as mulheres são mais vulneráveis à contaminação e ao mesmo tempo estão liderando grandes campanhas de combate à doença. Na sexta, também à 0h15, o canal exibe o Mulheres Positivas, documentário produzido pela BBC de Londres que mostra o cotidiano de três mulheres contaminadas pelo vírus e seguem sua vida normalmente. No canal Futura, um debate comandado pelo médico Jairo Bouer mostra o aumento da aids entre os jovens. Por que você não usa Camisinha? é o tema central do Ao Ponto, programa apresentado por Bouer. O debate vai ao ar na quinta-feira, ao vivo, às 22 horas.

Agencia Estado,

30 de novembro de 2004 | 20h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.