TVs se preparam para barreira ''Dunga'' na Copa

TVs se preparam para barreira ''Dunga'' na Copa

Exclusivas com jogadores, treinos televisionados, acesso irrestrito ao hotel da seleção, escalações antecipadas... Dona dos direitos de transmissão da Copa da África, a Globo não desfrutará desta vez dos privilégios de coberturas anteriores. A emissora, assim como a Band, que também transmitirá a Copa, já foi avisada "que a festa acabou". O motivo: o técnico da seleção, Dunga, que promete não facilitar a vida de ninguém. Com cerca de 120 profissionais já escalados para cruzarem o oceano, a Globo se prepara para ralar mais. "A CBF já nos avisou que não poderemos acompanhar todos os treinos, como fizemos em anos anteriores, nem teremos tanto acesso à seleção", fala o diretor de Jornalismo da Globo, Carlos Henrique Schroeder. "Mas isso não atrapalhará nossa cobertura. Só dará um pouco mais de trabalho."

Keila Jimenez, O Estadao de S.Paulo

26 de março de 2010 | 00h00

A turma do humor também já está preparada para a barreira "Dunga". "Temos bom acesso a alguns jogadores, o que deve nos ajudar", fala o casseta Cláudio Manoel. A trupe até desistiu de enviar mais integrante para África -vão apenas Hélio de La Peña e Beto Silva - por acreditar que a Copa possa até render mais no Brasil. "Se para o jornalismo vai complicar, imagine para a gente?", fala Cláudio. "O Dunga não tem senso de humor."

Linha dura ou não, o fato é que Dunga foi comentarista esportivo da Band na Copa de 2006, e não tinha lá sua vida muito facilitada pela Globo, dona dos direitos de transmissão do evento na época.

5 milhões de conversores de TV

digital é o que mercado espera vender em 2010

"Encontrar com você no tubo da TV é como ir a Disney e ser recebido pelo Mickey" Marcelo Tas para Silvio Santos, durante gravação do Troféu Imprensa, no SBT

Angelo Antônio, no ar em Cama de Gato, da Globo, já é nome certo na próxima novela de Walther Negrão, Girassol, título provisório da trama que entrará na faixa das 6 da Globo, em setembro. A produção começa em junho.

É de Tom Zé a música de abertura de Ribeirão do Tempo, próxima novela da Record. No Pique do Tempo foi composta especialmente para a novela de Marcílio Moraes.

100 mil assinantes é o que a Globo pretende conquistar para o seu canal internacional em Portugal em um prazo de 2 anos. O dobro do que possuí atualmente.

Um reality show que acompanhará casos de transplantes no Brasil já está em produção, em segredo. A formato seguirá passo a passo o procedimento, desde a batalha na fila de espera por um órgão). A atração também mostrará a história da família do doador e a do receptor.

Adega informatizada, bancada com elevador hidráulico, e agora, uma academia. A Rede TV! inaugurou ontem, em sua nova sede, uma academia de última geração para os funcionários.

A audiência da minissérie bíblica A História de Ester no Rio de Janeiro tem impressionado até os mais religiosos. A média da trama por lá está na casa dos 14 pontos de ibope.

Tanto História de Ester, como as próximas minisséries da rede nessa linha, Sansão e Dalila e o Rei Davi, já são promessa de DVD pela Record Entretenimento.

Agora é para valer, Pelé foi contratado pelo SBT para ter um programa durante a Copa do Mundo da África. Ele será uma espécie de âncora de um debate esportivo - com direito a gols da rodada, entrevistas, bastidores - com a participação de boleiros e comentaristas do ramo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.