TV portuguesa sai na frente de CNN e BBC

A Rádio-Televisão Portuguesa (RTP) se destacou na cobertura da guerra na noite passada. Ela foi a primeira emissora de TV a mostrar o início dos ataques norte-americanos a Bagdá, às 23h33 de Brasília (5h33 de Bagdá), com imagens de bolas de fogo cruzando os céus da cidade. O ataque foi direcionado à zona sul da capital iraquiana. As reportagens da TV portuguesa foram retransmitidas pela TV Cultura, de São Paulo. Em seguida, o enviado especial da RTP a Bagdá, Carlos Fico, mais uma vez se antecipou a seus concorrentes, informando que a rádio estatal de Bagdá estava sendo pirateada pelas forças invasoras, transmitindo uma mensagem em árabe para justificar o ataque. "Chegou o dia pelo qual tanto ansiávamos", diz um trecho da mensagem.As imagens do ataque e a informação de que a guerra havia começado foram ao ar na RTP cerca de dez minutos antes de nas poderosíssimas CNN americana e BBC inglesa. Enquanto a TV portuguesa (sempre retransmitida no Brasil pela TV Cultura já mostrava as imagens e falava que estava acontecendo o ataque na região Sul de Bagdá, a BBC e a CNN falavam em reação das baterias antiaéreas iraquianas, mas ainda negavam o ataque americano. Um pouco mais tarde, a BBC passou a noticiar o ataque, enquanto a CNN ainda negava que ele tivesse começado. Antes dos ataques, o correspondente da RTP Carlos Fico, instalado no terraço do hotel Méridien de Bagdá, usando o sistema videofone (cuja transmissão é feita pela internet), mostrou a cidade toda iluminada, sem qualquer blecaute. O enviado da RTP explicou que se tratava de uma decisão do governo Saddam Hussein, com o intuito de manter o moral da população.A RTP também mostrou o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush se preparando para falar ao mundo, no estúdio montado na Casa Branca. O presidente foi visto falando consigo mesmo, aparentemente ensaiando seu discurso. Enquanto isso, a equipe de maquiagem ajeitava seus cabelos. O presidente, antes de começar sua fala, deu a impressão de que ainda tinha tempo para fazer uma pequena oração, já que abaixou a cabeça e permaneceu quieto por uns poucos segundos. Um pouco depois, a BBC também passou a mostrar Bush se preparando para o discurso, enquanto a CNN explicou que perdera a conexão com suas câmaras instaladas na Casa Branca. Veja o especial :

Agencia Estado,

20 de março de 2003 | 10h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.