TV: panela na tela

Prepare a despensa: Rita Lobo leva sua Cozinha Prática ao canal GNT

CRISTINA PADIGLIONE, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2012 | 03h09

}

Dona Rita Lobo bem poderia ter evitado toda aquela bagunça em casa. Onde já se viu colocar o apartamento, de proporções tão modestas, à mercê de metros de fios, todos a cruzar sala e cozinha, mais tripés para câmeras, refletores, monitores e umas 15 pessoas circulando ali a trabalho? Desculpe, mas Rita está em casa. Dispensou estúdio porque, como quem gosta de cozinhar bem sabe, a vantagem de encontrar cada ferramenta necessária ao seu ofício, onde e quando é preciso, não tem preço. Melhor assim a ceder aos encantos de um estúdio, recurso que o GNT prontamente lhe propôs ao abraçar o projeto apresentado por ela para uma nova série culinária. É o Cozinha Prática, em 13 episódios, que estreia no canal pago na quinta-feira, dia 5, às 21h15.

"Preferi gravar aqui. Um estúdio não tem barulho de rua, mas quando você está numa cozinha que não é a sua, a intimidade com as coisas não é a mesma", atestou Rita ao Estado durante uma das gravações. Era sábado, e o expediente havia começado às 7 h para acabar às 19 h, mesmo período previsto para o dia seguinte, domingo pleno de sol.

Gravar em casa é só um elemento a mais na proposta de entregar ao público uma cozinha de verdade, que seja possível ao espectador, de preferência com elementos ao seu alcance e em condições que podem ser as mesmas que as minhas ou as suas. Cada receita é emoldurada por dicas de vida real e historinhas que poderiam ser protagonizadas por qualquer ser mortal.

É essa, afinal, a receita que faz a boa fama do site Panelinha (www.panelinha.com.br), blog incluso, obra da mesma Rita, há uma década no ar. O repertório da chef estende-se para o mercado literário da boa mesa, com os livros Panelinha, Receitas Que Funcionam, A Conversa Chegou à Cozinha, Crônicas e Receitas, Culinária para Bem Estar, Receitas antiTPM e Cozinha de Estar. A poucos metros do balcão onde ela exibe seus pratos quase prontos às câmeras, uma parede da sala é tomada por estante de livros onde títulos da gastronomia imperam.

Humor & Apetite. Coisa rara em set de TV, o bom humor da equipe à disposição do Cozinha Prática, a começar pela própria Rita, conspira a favor do apetite aguçado pelo aroma do pedaço. A produção é da Ioiô Filmes, mas a chef somou ao staff alguns velhos amigos de suas panelas, caso de Helena Lunardelli, dona de olhar preciso na direção de arte, e do cinegrafista Mariano Kweller. A direção é de Rafael Gomes, profissional habituado à direção de atores e selecionado justamente para emprestar algum tom de teledramaturgia à arte de cozinhar contando histórias.

Entre um enredo e outro, sobram oportunidades para que Rita faça jus aos conhecimentos que acumula - como lembrar que tábua de madeira, item agora rifado pela inconveniência bacteriana, pode ser lindamente substituída por tábua de bambu.

Menu. Vamos ao que interessa. Para compor o cardápio dos 13 episódios, a chef tomou como referência um item de cada gênero: ovo, frango, carne vermelha, peixe, carne de porco, massa, bolo, chocolate, etc. "Casamos a exibição dos programas com algumas datas. O que fazer com sobras de chocolate, por exemplo, vai ao ar depois da Páscoa", diz.

Musse e suflê de chocolate têm vez nessa mesa, mas nem todo equilíbrio da balança estará perdido. Em dia de massa, Rita propõe uma opção leve, de talharim com brócolis assado ao alho e óleo. Também vai ter lanche sofisticado, com preparo de pão piadina e salada caprese. Para o fim de semana, frango assado, polenta mole e pesto brasileiro.

A ideia é que tudo isso funcione nas mãos do mais leigo dos cozinheiros. Não é programa de autoajuda, mas, acredite: você pode! Coragem, e bom apetite.

"Um estúdio não tem o barulho da rua, mas quando você está numa cozinha que não é a sua, a intimidade não é a mesma" RITA LOBO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.