TV paga exibe o inédito "Papagaios Amarelos"

A Rede SescSenac de Televisão (Net SP, Canal 13) exibe hoje, às 21h30, o inédito documentário Papagaios Amarelos, uma produção suíço-brasileira que revisita um período histórico pouco conhecido da história oficial brasileira. A diretora suíça Emmanuelle de Riedmatten procurou em São Luís do Maranhão as marcas de algo que aconteceu há 389 anos naquela região, a chegada e instalação da expedição colonizadora de Daniel de La Touche, Senhor de La Ravardière, a mando do rei Henrique IV.Os franceses deram à região o nome de Montanha dos Canibais. Os índios, em contrapartida, os chamaram de Papagaios Amarelos, por serem louros e falarem muito. O documentário foi exibido na Television Suisse Romande no dia 5 de maio e chega agora ao Brasil. Foi produzido pela Tatu Filmes, de Cláudio Kahns (o mesmo produtor de Marvada Carne e Feliz Ano Velho)."Procurei o Cláudio Kahns aqui na Suíça com um dossiê sobre o projeto", contou ontem, por telefone, de Genebra, a diretora Emmanuelle de Riedmatten. "Ele propôs que a gente tentasse patrocínio aqui na Europa e no Brasil, mas eu não consegui levar nem um franco na Europa e ele conseguiu dinheiro no Brasil, então resolvemos fazer."Durante sete semanas, ela vasculhou São Luís e os Lençóis Maranhenses. Encontrou pouca coisa: um colégio chamado Daniel de La Touche, um busto numa praça, um bar, uma torrefadora de café. "É uma cidade muito portuguesa, mas que não esqueceu aquele período", diz ela, que confessa estar com "muita saudade" do Maranhão.Há alguns meses, durante o Salão do Livro de Genebra, ela encontrou José Sarney e o escritor francês Jean-Cristophe Rufin, autor do best seller Rouge Brésil (Vermelho Brasil). "Eu não tinha lido o livro antes de fazer o filme", ela conta. Rufin também trata do mesmo tema, mas a expedição francesa que ele explora é a de Villegagnon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.