Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

TV móvel ainda é melhor saída para TV aberta

Thammy Miranda engata novo sucesso da mãe, na pele de Lohana, sua personagem em Salve Jorge. Depois do sucesso de Conga la Conga, ela encara uma coreografia de Piripiri, outro clássico de Gretchen, no palco de Istambul. Grava hoje para ir ao ar no dia 14.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

07 de maio de 2013 | 07h13

Carmo Dalla Vecchia foi ao Nepal, onde ocorrem as primeiras gravações de Joia Rara, próxima novela das 6 da Globo, mas não vai gravar. Embora esteja no elenco, foi como fotógrafo disposto a registrar o cenário local e o expediente dos colegas.

Empenhado em conversar com a massa, o ministro da Saúde Alexandre Padilha comparece nesta quinta-feira ao Programa do Ratinho, no SBT, no qual participa do quadro Dois Dedos de Prosa.

O SBT encerrará mais uma reprise de A Usurpadora, novela mexicana que movimenta o Twitter, mas tem na manga um especial sobre o título, a ser exibido nos próximos dias.

A Band rufou tambores sobre a Fórmula Indy, claro, promoção da casa, mas a festa do domingo foi mesmo em torno do futebol. A emissora ficou em 2.º lugar no ranking do Ibope com São Paulo x Corinthians, tendo média de 8 pontos na Grande São Paulo.

Já a Indy deixou a Band em 3.º, com 4,4 pontos na Grande São Paulo, onde cada ponto corresponde a 62 mil domicílios.

Sem mudar de canal: a Band prevê para junho o início da pré-produção do novo programa de José Luiz Datena, o Who Wants Be a Millionaire. A produção começará então a selecionar candidatos, para promover a estreia após agosto.

Uma ilustração com Fátima Bernardes e seus trigêmeos inaugura, no programa dela, hoje, a ideia de criar selos comemorativos para grandes datas. A cena da vez (abaixo) é inspirada no Dia das Mães.

Quem precisa de babá? Eliana mandou a mãe desses quadrigêmeos para um spa e assumiu suas tarefas domésticas por um dia: levou os pequenos para passear, brincou, deu banho, comida e botou para dormir. É cena para domingo, Dia das Mães, no SBT.

Enquanto as operadoras de TV multiplicam suas promoções para oferecer sistemas de gravação da programação ao assinante, as redes de TV aberta, com a Globo à frente, incentivam de todas as formas que o Ibope inicie oficialmente a medição de audiência das TVs móveis. Para emissoras e anunciantes, é mais negócio manter na plateia o hábito da TV ao vivo. Gravados, os programas perdem força na conta do anúncio publicitário e na atenção do público, que costuma saltar os intervalos via controle remoto quando vê a programação gravada. O Ibope ainda testa tecnologia importada do Japão para dar cabo de tal demanda.

Eliana, a babá

Tudo o que sabemos sobre:
Cristina Padiglione

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.