TV Cultura volta atrás e mantém diretor

O diretor-superintendente demissionário da TV Cultura, Manoel Luiz Luciano Vieira, concordou em permanecer na emissora por mais algum tempo. A Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura, informou hoje à tarde, em nota oficial, que o diretor-superintendente estava demissionário desde dezembro de 2002, mas tem permanecido no cargo diante de "apelos" do diretor-presidente, Jorge da Cunha Lima. A emissora não informou por quanto tempo seria essa permanência. Vieira envolveu-se, desde o ano passado, em denúncias de maquiar os balanços da emissora, e diz que a situação irreal do balanço da TV Cultura permanece a mesma. Sua situação seria delicada, mas ele tem sido, há muito tempo, o principal articulador financeiro da gestão Cunha Lima.Leia a íntegra da nota oficial, distribuída pelo Núcleo de Comunicação Institucional da fundação:"Em dezembro de 2002, o Superintendente da Fundação Padre Anchieta comunicou ao Presidente a sua intenção de deixar o cargo, por razões pessoais. Diante do apelo feito pelo Presidente, para que continuasse, o Superintendente aquiesceu em prolongar sua permanência até maio de 2003. Expirado o prazo, o Presidente incluiu o assunto na pauta da reunião do Conselho Curador, distribuída a seus membros na última quarta-feira, dia 11. Na reunião realizada hoje, o Presidente expôs o assunto. O Diretor-Superintendente, cedendo a novos apelos, concordou em permanecer no cargo".

Agencia Estado,

16 de junho de 2003 | 17h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.