TV Cultura investe em telefilmes sobre música na cidade

O cinza de São Paulo vai ganhar um toque de alegria com os quatro novos telefilmes produzidos pela TV Cultura, com estreia prevista para maio. A quarta edição do projeto da emissora tem como tema "A Música na Cidade" na leva deste ano. Rodados em vídeo de alta definição com uma verba de R$ 600 mil cada um, dada pela Secretaria de Cultura do Estado, depois de aprovados em um edital, os filmes de 52 minutos mostram como a música faz a diferença na vida de personagens de realidades distintas.

AE, Agência Estado

07 Fevereiro 2013 | 10h36

Uma delas é Érica (Daniela Piepszyk), de "E Além de Tudo, me Deixou Mudo o Violão", dirigido Anna Muylaert (de "É Proibido Fumar") e produzido pela Gullane Filmes. A adolescente é filha de Rita (Naomi Silman), que se torna alcoólatra. Preocupada com a mãe, a jovem começa a cuidar dela, fazer as tarefas domésticas e tem com válvula de escape as aulas de violão, em que professor é interpretado por André Abujamra, um dos responsáveis pela trilha da produção.

Para escalar a intérprete de Rita - homônima da canção de Chico Buarque, cujos versos inspiraram o título do filme -, a diretora penou, pois queria uma atriz inglesa. "Comecei procurando em Londres, preocupada, pois o orçamento era barato. Não encontrei. Eu e a Patrícia Faria, diretora de casting, procuramos por mulheres de outras nacionalidades. No fim de tudo, achei uma em um grupo de teatro de Campinas. Ela estava destinada a fazer o filme, não ia viajar e era magra como a Amy Winehouse", relembra.

Dos quatro filmes, apenas um ainda será rodado: "A Ópera de Cemitério", de Juliana Rojas (de "Trabalhar Cansa"), conta a história de Deodato (Eduardo Gomes), um aprendiz de coveiro que está com o emprego na corda bamba, pois prefere tocar órgão escondido na igreja do cemitério. O trabalho é posto em xeque quando ele desmaia no local e é chamado por seu superiores. Na sequência, acontece um recadastramento de sepulturas, em que o funcionário precisa mostrar serviço. Ele, porém, ganha tranquilidade ao conhecer Jaqueline (Luciana Paes), uma nova contratada, com um estranho gosto fúnebre por caixões, chamada para ajudá-lo e por quem ele se apaixona enquanto aprende os novos afazeres.

Entre os longas está ainda "Vitrola", de Charly Braun ("Além da Estrada"), sobre o drama de Elpídio (Genésio de Barros), o endividado dono de um sebo na mira de uma construtora, que pretende transformar o espaço da loja em mais edifício com fachada neoclássica. Decidido a resistir à oferta, mesmo sendo responsável por sustentar a filha e o neto, o comerciante participa de um programa de auditório em que seus conhecimentos musicais são testados na tentativa de levar um prêmio.

Completa o time de telefilmes "Invasores", de Marcelo Toledo e Paolo Gregori. A produção mostra a história de Cláudia (Emanuela Fontes), uma jovem moradora da periferia que descobre a paixão pelo piano por meio de um programa de música para adolescentes de bairros pobres da capital. Ela, então, fica decidida a entrar para a universidade para se tornar pianista mesmo sob represália da família. Sem ter onde praticar antes de prestar vestibular, a moça invade escolas de música e centros culturais com a ajuda do namorado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
TV Cultura A Música na Cidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.