TV americana simula julgamento de Bin Laden

A Court TV resolveu exibir à toque de caixa seuprograma especial com um julgamento de Osama bin Landen. O documentário imaginário em que ele é julgado pelos ataques terroristas de 11 de setembro iria ao ar em 6 de dezembro, mas aemissora está com receio de que o líder da organização Al Qaeda seja preso ou morto antes disso, então resolveu adiantar a exibição para esta quinta-feira. O presidente da emissora, HenrySchleiff, não contava com uma derrota tão rápida da milícia taleban. "Quando dei o sinal verde para o programa, achei que teria muito tempo." Osama bin Laden on Trial não terá um atorno papel do terrorista. Advogados como Alan Dershowitz (que defendeu O.J. Simpson), Eric Holder, Ron Kuby e F. Lee Bailey,além de correspondentes da emissora ABC, como Brian Ross e John Miller, vão divulgar as evidências contra o milionáriosaudita e sugerir os possíveis argumentos de um caso verdadeiro. Para o âncora Rikki Klieman, as evidências podem não ser suficientes para condená-lo. Os especialistas também dãoconselhos para um advogado de defesa imaginário sobre o que ele teria de dizer para defender seu cliente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.