Tunga vai para Guggenheim de Veneza

O artista brasileiro Tunga terá uma obra no jardim do museu Peggy Guggenheim de Veneza a partir de 7 de junho. A obra de Tunga, que está sendo criada com exclusividade para o Guggenheim, fará companhia a outras obras de artistas como Alberto Giacometti, Marino Marini, Max Ernst, Henry Moore, Jean Arp, entre outros. A coleção Peggy Guggenheim é um dos mais importantes acervos de arte moderna da Europa, contando com obras mestras do cubismo, futurismo, pintura metafísica, abstracionismo europeu, surrealismo e expressionismo abstrato americano. É mantida na casa onde viveu Peggy, o Palazzo Venier dei Leoni, às margens do Grand Canal. É gerida também pela Fundação Solomon Guggenheim de Nova York. A escultura de Tunga, que integra mostra brasileira a ser aberta ao mesmo tempo que a Bienal de Veneza, ficará permanentemente no jardim do museu, incorporando-se ao acervo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.