Imagem Roberta Martinelli
Colunista
Roberta Martinelli
Som a pino
Conteúdo Exclusivo para Assinante

‘Tudo, tudo, tudo vai dar pé...'

Sabe quando você vai a um show ou a uma peça ou filme e sai achando que o mundo vai dar certo? Acontece e muito. Ainda bem

Roberta Martinelli, O Estado de S. Paulo

01 de outubro de 2019 | 03h00

Aquela obra que te enche de esperança... Entre um turno e outro das eleições presidenciais do ano passado fui a um show que tive certeza que o mundo todo daria muito certo... Fuen, errei. Mas que a arte seja sempre ferramenta de luta, questionamento e motivação. Sem impedimentos ou restrições impostas. A cada obra de arte dessas, um suspiro. E, a soma de todos os suspiros nos faz mais fortes. 

Esse fim de semana estive em um show desses. Vai dar certo! A cantora e compositora Letrux fez em São Paulo, no Auditório Ibiraquera, uma noite catártica de gravação do primeiro DVD: Letrux em Noite de Climão, com direção de Tata Pierry. 

A gravação foi no sábado agora e apesar da brincadeira da cantora “fiz esse DVD para assistir com 82 anos” que registro especial do nosso tempo foi o show. 

O público fez um espetáculo à parte. Muitos estavam vestidos de Letrux. Sim, vi as Letrux de todos os clipes no hall do auditório antes de o show começar. Alguns usavam camiseta vermelha. Outros tantos estavam com look todo vermelho. Bonito de ver o envolvimento e identificação da plateia. Todos vestidos, prontos e loucos para o climão.

E ele logo chega... O fundo do palco se abre e na contraluz ela entra, toda enrolada em uma capa vermelha. A plateia a recebe aos berros.  A super-heroína dos nossos tempos não salva ninguém de tragédias, mas nos diverte e instiga já que estamos no meio de uma. Essa heroína nos relembra que o estado é laico, que o amor é livre, faz música para a tradicional família brasileira sapatão e grifa  que não devemos nos calar nunca. Mesmo que com isso possamos perder dinheiro, patrocínio... Sim, nossa super é do signo de Capricórnio e nos confidencia que vai subir a montanha sozinha, se for preciso, mas continuará se posicionando politicamente. A plateia aplaude de novo. A coragem que poucos têm, mas todos admiram. Nossa super-heroína critica a perfeição, ela não é super nada, é humana. 

No começo do show, uma fala pedia para o público permanecer sentado para a gravação, mas a plateia quase que não se aguentava, teve até um pedido durante o show. “Dancem por dentro, com os órgãos, com os fios de cabelo, e quando vocês levantarem farão o movimento mais lindo de todos.”

No fim, o movimento contido saiu. Ficou lá. Registrado. Parece que vai dar certo e o resultado sai em DVD. No meio do show um fora ao atual presidente. “Eu não quero esse nome registrado aqui.”  Melhor não! Eles passarão. A música fica. 


Música da semana -  Acontecimentos

Uma parceria de Marina Lima com Antônio Cícero. Essa música foi gravada pela banda anterior da Letícia Novaes (a Letrux) Letuce. Marina Lima participou do disco e da gravação do DVD na música Puro Disfarce. Um potente encontro entre duas artistas. Na gravação, a música foi registrada com discurso no meio seguido da parte da letra “Socorro”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.