'Tropa' e 'Chico Xavier' lideram indicações em premiação

O capitão Nascimento está de volta ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, e desta vez vitaminado pelos 11,3 milhões de pagantes para seu "Tropa de Elite 2". Três anos depois do primeiro Tropa perder o troféu de melhor filme para o singelo "O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias", a premiação opõe sua sequência a "Chico Xavier". Ambos contam 16 indicações. A cerimônia, que marca os dez anos da iniciativa da Academia Brasileira de Cinema, será no dia 31 de maio, no Teatro João Caetano, no Rio, com transmissão pelo Canal Brasil.

AE, Agência Estado

12 Abril 2011 | 09h35

A lista dos indicados nas 24 categorias reflete a bela fase e a diversidade da produção nacional, que no ano passado atingiu marca recorde: o mercado cinematográfico faturou R$ 1,3 bilhão. Em 2002, ano da primeira edição, o público de nossos filmes era estimado em 7,8 milhões; em 2009, já chegava a 15,9 milhões.

A relação dos indicados a melhor filme tem desde "Olhos Azuis" e "Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo", de orçamentos e faturamentos modestos - o primeiro foi assistido por 20 mil pessoas e o segundo, por 50 mil - aos médios "5 X Favela - Agora Por Nós Mesmos" (160 mil) e "As Melhores Coisas do Mundo" (320 mil).

"Tropa 2" e "Chico Xavier" (3,4 milhões) são os blockbusters do grupo. Daniel Filho, o diretor de "Chico", tenta matar a fome de troféus não saciada no ano passado, quando seu "Se Eu Fosse Você 2", visto por mais de 6 milhões de pessoas, foi atropelado pelo modesto "É Proibido Fumar", visto por 50 mil.

No Grande Prêmio, os produtores não precisam inscrever seus filmes: todos os lançamentos do ano passado foram analisados pelos 300 associados à academia - produtores, diretores, atores, técnicos -, que definiram cinco finalistas. A partir de hoje, o público pode votar nos melhores filme, documentário e filme estrangeiro pelo site www.academiabrasileiradecinema.com.br. Os indicados foram divulgados ontem. Esta décima edição terá como homenageados os produtores Luiz Carlos e Lucy Barreto, que já trabalharam por mais de 80 filmes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
cinema premiação Tropa 2 Chico Xavier

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.