'Tropa de Elite' transforma caveira em ícone fashion

E as caveiras se levantam. Com o sucesso do polêmico Tropa de Elite nos cinemas (e nas bancas de camelôs), a figura macabra da morte é moda de novo. Não apenas por representar o Bope, o Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro, amargamente retratado no filme narrado pelo capitão Nascimento (Wagner Moura), mas também por ser, ironicamente, o símbolo da maldição que paira sobre o longa-metragem: a pirataria. Estima-se que tenham sido vendidos quase dois milhões de DVDs piratas de Tropa no Rio e em São Paulo antes da estréia nos cinemas, na sexta. Em cenário tão propício, piratas em ?osso e osso? invadem estampas de camisetas, bonés e uma infinidade de acessórios masculinos e femininos, seja nas bancas dos ambulantes, seja nas vitrines. O boom parece até o retorno da moda lançada nos anos 1990 pelo estilista Alexandre Herchcovitch, que tem na caveira o seu RG. ?A mídia faz o produto?, explica Hanna Kramolisck, 26 anos, professora do Curso de Gestão de Moda da Unip e proprietária da marca Broken Heart, na Galeria do Rock em São Paulo, a Meca da moda moribunda, repleta de camisas, cintos, bolsas e demais frufrus ?caveirados?. ?O filme deve fomentar ainda mais esse mercado?, aposta. ?Ainda mais? porque, de acordo com Myshelle Dessibio, 25 anos, vendedora da loja Metrópole, também localizada na galeria central, a procura pelos crânios fashion tem aumentado consideravelmente, deixando o gueto de adolescentes roqueiros, góticos e emos. ?Hoje, todo mundo gosta. E existem modelos bem comerciais, principalmente os femininos, até dentro do estilo menininha e vintage?, afirma Myshelle. A Galeria do Rock prepara o seu primeiro desfile de moda, que deve acontecer no dia 27, reunindo ao menos 12 lojas do local. O objetivo é aumentar as vendas, explorando o atual perfil comercial da galeria - que já foi o templo dos discos de rock -, o vestuário ?subversivo?. Entre as modelos, nada de tops: desfilarão vendedoras e clientes. As informações são do Jornal da Tarde

AE, Agencia Estado

08 Outubro 2007 | 13h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.