Wilton Jr/AE
Wilton Jr/AE

'Tropa de Elite 2' domina Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Entre os prêmios estão o de melhor filme, roteiro, ator (Wagner Moura), fotografia e voto popular

AE, Agência Estado

01 Junho 2011 | 09h35

Recordista em bilheterias nacionais, Tropa de Elite 2 foi o grande vencedor da 10ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, que aconteceu na noite desta terça-feira  no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Rio de Janeiro. O longa de José Padilha ganhou nove trofeus entre os 16 a que concorria. Entre os prêmios estão o de melhor filme, roteiro (Bráulio Montovani), ator (Wagner Moura), fotografia (Lula Carvalho) e melhor filme escolhido por voto popular.

Padilha subiu ao palco seis vezes para receber troféus. "Tivemos grandes filmes, era difícil saber quem ia ganhar. Qualquer que fosse o vencedor, seria merecedor. Mas esses prêmios são coisas simbólicas, cinema não é uma corrida, com primeiro, segundo e terceiro lugares", comentou o diretor.

Chico Xavier, de Daniel Filho, que também com 16 indicações, levou os prêmios de melhor maquiagem, melhor roteiro adaptado e melhor atriz coadjuvante (Cássia Kiss). O prêmio de melhor ator coadjuvante foi divido entre Caio Blat (As Melhores Coisas do Mundo) e Andre Mattos (Tropa de Elite 2). Glória Pires foi a vencedora na categoria melhor atriz por seu trabalho em Lula, o Filho do Brasil. A Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira (Acie) também homenageou o diretor Cacá Diegues.

Outro destaque da noite foi o documentário Dzi Croquettes, de Tatiana Issa e Raphael Alvarez, que ganhou os prêmios de melhor longa-metragem documentário pelo voto popular e melhor montagem documentário.

Lucy e Luiz Carlos Barreto foram os grandes homenageados da noite com o prêmio Eleonora de Martinio Salim pelos 50 anos dedicados ao cinema brasileiro. A premiação contou ainda com show da cantora Thalma de Freitas com a participação dos músicos Pedro Sá e Domenico Lancellotti, que improvisavam temas ao vivo para os anúncios dos prêmios.

 

Premiados

Longa-metragem de ficção: Tropa de Elite 2, de José Padilha

Atriz: Glória Pires, por Lula, o Filho do Brasil

Ator: Wagner Moura, por Tropa de Elite 2

Atriz coadjuvante: Cassia Kiss, por Chico Xavier

Ator coadjuvante: André Mattos, por Tropa de Elite 2, e Caio Blat, por As Melhores Coisas do Mundo

Direção: José Padilha, por Tropa de Elite 2

Voto popular - Melhor longa-metragem estrangeiro: A Rede Social, de David Fincher

Curta-metragem de animação: Tempestade, de Cesar Cabral

Curta-metragem documentário: Geral, de Anna Azevedo

Curta-metragem de ficção: Recife Frio, de Kleber Mendonça Filho

Longa-metragem estrangeiro: O Segredo dos Teus Olhos (Argentina / Espanha), de Juan José Campanella

Efeito visual: Darren Bell, Geoff D. E. Scott e Renato Tilhe, por Nosso lar

Longa-metragem infantil: Eu e meu guarda-chuva, Toni Vanzolini

Figurino: Kika Lopes, por Quincas Berro d'Água

Maquiagem: Rose Verçosa, por Chico Xavier

Direção de arte: Adrian Cooper, por Quincas Berro d'Água

Som: Alessandro Laroca, Armando Torres Jr. e Leandro Lima, Tropa de Elite 2

Trilha sonora: Guto Graça Mello, por O Homem que Engarrafava Nuvens

Trilha sonora original: Jaques Morelenbaum, por Olhos Azuis

Montagem ficção: Daniel Rezende, Tropa de Elite 2

Montagem documentário: Raphael Alvarez, por Dzi croquetes

Fotografia: Lula Carvalho, por Tropa de Elite 2

Longa-metragem documentário: O Homem que Engarrafava Nuvens, de Lírio Ferreira

Roteiro original: Braulio Mantovani e José Padilha, por Tropa de Elite 2

Melhor roteiro adaptado: Marcos Bernstein, por Chico Xavier

Voto popular - Melhor longa-metragem documentário: Dzi croquetes, Tatiana Issa e Raphael Alvarez

Voto popular - Melhor longa-metragem nacional: Tropa de Elite 2, de José Padilha 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.