Triton quer meninas inocentes no verão

Meninas, apertem o cinto! Essa foi a mensagem da Triton em um desfile onde a cintura foi a vedete. Começou com o vestido tomara-que-caia godê guarda-chuva (?glamour jovem por definição e retrô por identificação? avisava o press release) e continuou pelo desfile inteiro (cinturões de verniz vermelho, shorts e calças de cintura altíssima), com alguns looks de gosto, no mínimo, duvidoso. Essas meninas Triton (que já foram princesas punks legais e roqueiras malcriadas deliciosas em outras temporadas) agora querem ser inocentes, mas provocam. ?Try me? (me prove), ?Get in line? (entra na fila), gritavam as t-shirts com jeitão de Katherine Hamnett nos anos 80. O romantismo é peso pesado: os decotes tomara que caia em forma de laço de fita (tributo a Cely Campello?), realmente quase caíam. E o tênis All Star com estampa de paisagem passou batido em meio a tanta listra, bolinhas, anáguas bufantes e outras gracinhas (os brincões com as palavras ?Sexy? e ?Love?).Sempre oferecidas, as misses Triton não têm meio termo. Querem aparecer e pronto. Vale até um vestido boneca de caixinha de música sobre um jeans sequinho. Bonitinho, mas ordinário... e perigoso. Valeu, no finalzinho, os paetês gigantes no shortinho e no minivestido. E as Cheerleaders fazendo coreografia fofa (atenção: este termo serve para quase tudo nessa SPFW) ficaram assim, assim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.