Triton celebra a transparência no MorumbiFashion

A passarela inteira preta, a banda ao vivo e o toque metal do desfile causaram impacto e tiraram aplausos da platéia pela grife Triton. A modelo Fernanda Tavares, vestida com uma blusa transparente com apliques bordados, biquíni e uma bota de cano alto, abriu o desfile dando o tom da coleção. O destaque ficou para os cinturões com tachinhas e correntes usados sempre com outros cintos fininhos de strass em todas as produções.Os anos 80 foram revisitados de maneira sensual, e o tom dark das roupas era suavizado com estampas femininas e florais. As calças aparecem mais justas, tipo legging, combinadas com as frentes únicas transparentes que deixavam a barriga de fora. O branco e o preto foram as cores mais usadas, mas a grife colocou toques de laranja e rosa em estampas. Os acessórios foram a alma da coleção: pulseiras, correntes, cintos, sandálias de salto quilométrico e braceletes nos bíceps.A Triton veio desta vez menos teen e mais sensual, buscando revelar o corpo. As saias e os shorts estavam micro e as blusas em musselina transparentes. As camisetas de algodão tinham um toque fashion com pequenas tachas, formando desenhos de estrelas ou bordadas com paetês nas mangas. Os tecidos em destaque foram o couro, jeans, seda, musselina, algodão com elastano e lurex.Para finalizar a belíssima coleção, Tufi Duek apostou em cintos e coleiras com franjas e peduricalhos em forma de estrelas. Fashion, atual, ousado e anos 80 até não poder mais. Este foi o segredo do sucesso da Triton.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.