Trilogia Bíblica foi vítima da intolerância

Igreja, hospital, presídio. São os palcos escolhidos pelo Teatro da Vertigem para apresentar, respectivamente, Paraíso Perdido, O Livro de Jó e Apocalipse 1.11. Não se trata de uma mera escolha estética."O que importa não é a arquitetura, mas a carga de significadosque ela carrega", argumenta o diretor Antônio Araújo. "A idéiaé buscar espaços que abram os sentidos do espectador."Escolhas que, ao longo dos dez anos de trajetória dacompanhia, provocaram não poucos problemas. A começar pelaestréia de Paraíso Perdido, em 1992, na Igreja de SantaIfigênia. A utilização do templo havia sido apoiada pelo cardeald. Paulo Evaristo Arns e aprovada pela Cúria Metropolitana. Noentanto, no dia seguinte à estréia, o espetáculo foi canceladopor intervenção de um conselho de seis bispos auxiliares. Depoisde dialogar com o diretor, por iniciativa deste último, o bispod. Antônio Gaspar decidiu mandar um representante assistir aoespetáculo.Foi realizada então uma sessão especial para o MonsenhorArnaldo Beltrami, acompanhado de 12 freiras, 10 padres,professores de teologia e membros da Comissão de Justiça e Paz.Araújo e o elenco estavam preparados para um ardoroso debate aofim da apresentação. Não foi necessário. Emocionado, MonsenhorBeltrami abraçou o diretor e liberou o espetáculo. Mas avia-crúcis não terminaria aí. Um grupo de religiosos, que serecusou até mesmo a ler o programa da peça, passou a ocupar aIgreja, orando e cantando, impedindo a apresentação da peça. Foipreciso a interferência do delegado Jorge Carrasco para acabarcom o ritual. Ele convocou o líder e mostrou as fitas gravadas ebilhetes recebidos pelos atores com ameaças de morte e bombas. Oreligioso concluiu que estava mobilizando comportamentos quenada tinham de sagrado.Na época, os problemas terminaram. Mas ainda assim acompanhia não conseguiu autorização da Igreja Católica para anova temporada. Felizmente, conseguiram o apoio da IgrejaAnglicana, representada no Brasil pelo vigário Aldo Quintana.Não por mera coincidência. Nesta igreja, o celibato não éobrigatório e as mulheres podem tornar-se sacerdotes.Para encenar Apocalipse 1.11, Araújo tentou em vãoocupar o Carandiru. Hospital e presídio também foram conseguidosdepois de algumas tentativas. Felizmente, para o público, atrilogia está de volta, graças a muitos apoiadores e aospatrocínios da Brasil Telecom e da Lei de Fomento ao Teatro daCidade de São Paulo.

Agencia Estado,

17 de fevereiro de 2003 | 15h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.