Trecho de 'Hammerstein ou A Obstinação: Um História Alemã'

Antes que Hitler pudesse se vingar, Kurt von Hammerstein morreu em sua casa de Dahlem, no dia 24 de abril de 1943. Havia destruído todas as suas anotações pessoais, para que não caíssem nas mãos da Gestapo.

14 de junho de 2009 | 14h18

 

Seu filho Ludwig recorda-se: "A família desistiu de um funeral com as honras militares dispensadas a um general no Cemitério dos Inválidos em Berlim, pois uma bandeira de guerra do Terceiro Reich sobre o caixão teria sido uma grande ofensa." Foi necessária uma discussão acalorada com as autoridades militares: Kunrat von Hammerstein viu-se em meio a uma curiosa polêmica no Comando Geral:

 

"Se o caixão tem que ser coberto, peço que seja com a bandeira da guerra da Marinha dos tempos do Império ou com a bandeira das Forças Armadas do Império, porque meu pai não tem nada a ver com a atual bandeira"

 

"A bandeira imperial está fora de questão.

 

"Então, a bandeira de guerra do Império.

 

"Também é impossível.

 

"Mas ainda é utilizada oficialmente em algumas ocasiões.

 

"Pode até ter acontecido."

 

E assim por diante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.