Tragédia aérea estufa ibope

Índice de TVs ligadas cresceu quase 10% no horário do fato

Keila Jimenez, O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2007 | 05h08

O Pan encolheu na TV e a audiência subiu, tudo por conta da cobertura do acidente da TAM na noite de terça-feira.Segundo medição prévia na Grande São Paulo, o share, número de televisores ligados no horário do acidente - que ocorreu por volta das 19 horas - estava na casa de 74,4%. Na segunda-feira, no mesmo horário, o share era de 69%.Na Band, os principais noticiários cresceram de tamanho. O Primeiro Jornal, que normalmente tem meia hora de duração, ficou das 7 às 9 horas no ar. Na seqüência, das 9 às 10 horas, entrou o Sala de Emergência, plantão especial do jornalismo da emissora sobre a tragédia.A Band, por sinal, foi a primeira a noticiar a o desastre, seguida pela Globo. Segundo levantamento da Controle de Concorrência, empresa que monitora os breaks comerciais, as emissoras interromperam a programação por volta das 19 horas para noticiar o acidente. A Band registrou, das 19h22 às 21h13, média de 8 pontos de audiência. A RedeTV!, que entrou na cobertura às 19h22, alcançou 4 pontos e chegou a pico de 10 no Rede TV!News. O Jornal Nacional, obteve 47 pontos. Na segunda-feira, havia registrado 44.A Record, que sempre abusou de desastres nos seus jornalísticos - só noticiou o acidente às 19h47 - recusa-se a divulgar sua audiência, sob o pretexto de não associá-la à exploração da tragédia. O Estado apurou que a rede obteve audiência na casa dos 15 pontos no horário.No SBT, só para variar, nem Pan nem acidente da TAM. A rede foi a última emissora a noticiar o acidente, às 20h06.Globo e Record cortaram pela metade os boletins do Pan. Na Record, a ordem é exibir apenas os resultados dos jogos e cortar entradas ao vivo do Rio. Ontem, a emissora não exibiu nenhum jogo coletivo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.