Tourada e bordados fazem o mix da Iódice

Após o show dos corpos, na Cia. Marítima e o alvoroço provocado pelo novo casal celebridades do momento, Ronaldo e Daniela Cicarelli, o assunto, o mais importante, volta a ser moda. Quem encerra a terceira noite do SPFW é a Iódice, que flertou com uma outra temática: a cultura das touradas, a provocação do vermelho. Isso só foi uma pitada na coleção, mas deu todo o gostinho para o styling dessa marca. Nos modelos, isso foi visível nas calças de cós alto. Elas são bordadas (especialmente flores) como as dos toureiros, dando a atmosfera forte e nobre de uma tourada. São ainda, os bordados, os mais perfeitos, os mais exatos. Ponto forte da coleção, que encanta por seu olhar sexy, entretanto, mais elaborado o das marcas mais consumíveis, prontas para o mercado. Os vestidos também são destaques, com bojos marcados, enfatizando seu aspecto sensual. Eles aparecem em tamanhos variados, volumosos, leves, bordados, em séries vermelha, verde e preta. Nada de excessos de estamparias. O jérsei, panamá, seda e laise são as texturas que dão forma a todas essas peças. O look masculino ganha força quando está ou todo branco (incluindo os bordados) ou todo preto. E o jeans, como de costume, também tem sua beleza nessa coleção. Fim de noite e uma nova tendência para verão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.