Tom de adeus marca 3º ano de Glee

FOX Caras novas, do reality The Glee Project, entram na trama que estreia nesta quarta

ALLINE DAUROIZ, O Estado de S.Paulo

20 de novembro de 2011 | 03h09

Quando a terceira temporada de Glee estrear - aqui no Brasil, nesta quarta-feira, às 22 horas, pela Fox -, metade do elenco começa a contar os episódios para se despedir da série colecionadora de Emmys e Globos de Ouro como melhor série musical e/ou comédia. Afinal, este é o último ano do colegial para Rachel (Lea Michele), Finn (Cory Monteith), Kurt (Chris Colfer), Artie (Kevin McHale), Quinn (Dianna Agron) e Puck (Mark Salling), e, conforme o criador da trama, Ryan Murphy, adiantou ao Estado no ano passado, "não tem nada mais ridículo do que um aluno colegial careca." Um spin off (série derivada) com os alunos egressos da McKinley School até chegou a ser cogitado, mas, por ora, Murphy abortou a ideia.

Para suprir o rombo no cast, o roteirista apostou nesse 3.º ano nas novas caras descobertas pelo seu reality show The Glee Project, que colocou "jovens losers" talentosos da vida real para disputar uma vaga na série (e já tem 2.ª temporada à vista). Como não conseguiu se decidir sobre quem venceria o show, Murphy acabou escrevendo papéis para os quatro finalistas do reality.

Assim, Damian McGinty e Samuel Larsen, os dois vencedores, ganham personagem com sete episódios garantidos. McGinty entra na série como Rory Flanagan, personagem que faz chacota com sua origem irlandesa. O papel de Larsen permanece em sigilo. Já Lindsay Pearce e Alex Newell aparecem em, pelo menos, dois episódios.

Depois de perderem as fases nacionais do concurso de corais, os Glee estão desolados. Mas, em tom de adeus, o professor queridinho Schuester (Matthew Morrison) anuncia logo no primeiro episódio desta nova safra: "Este é o último ano para muitos de vocês. Vamos fazer dele o melhor."

Como "melhor", para esse início de temporada, Ryan Murphy já estipulou a montagem do musical da Broadway West Side Story, além de versões pop, de Lady Gaga a Adele, interpretadas pelas novas concorrentes do coral New Directions - um novo coral dentro da escola, liderado pela calculista Shelby Corcoran (Idina Menzel), a mãe de Rachel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.