Divulgação
Divulgação

'Titanic: A Exposição' chega ao Brasil em março, com objetos reais

Mostra será aberta em Porto Alegre, com itinerância confirmada para Curitiba e Brasília

Estadão.com.br,

04 de fevereiro de 2011 | 17h15

Em 15 de abril de 1912, o Titanic, maior navio do mundo naquela época, afundou depois de colidir com um iceberg, provocando a morte de mais de 1.500 pessoas. Quase cem anos depois, chega ao Brasil pela primeira vez Titanic: A Exposição - Objetos Reais, Histórias Reais. A mostra, vista por mais de 22 milhões de pessoas em todo o mundo, será inaugurada em Porto Alegre em 17 de março, com itinerância já confirmada em 2011 para Curitiba e Brasília.

 

Montada em ordem cronológica, a exposição tem oito galerias distribuídas em 1.500 m² que trazem à vida a história do Titanic e dos passageiros a bordo. Logo na entrada, os visitantes recebem uma réplica do cartão de embarque de um passageiro real que esteve a bordo do Titanic. Em seguida, a exposição leva os visitantes a uma viagem cronológica ao longo da vida do navio, deslocando-se através da construção do Titanic, passando pela vida a bordo, pelo naufrágio e os esforços de resgate.

 

A mostra - projetada a partir de histórias reais das 2.228 pessoas a bordo - conta com frascos de perfumes de um fabricante que viajava a Nova York para vender suas amostras, um alfinete de diamantes e uma escotilha verdadeira da embarcação. Cada um dos 243 objetos originais retirados do fundo do mar oferece uma conexão atraente e emocional para a vida a bordo do Titanic.

 

Titanic: A Exposição também traz a reprodução verdadeira de um iceberg de 3,5 metros no qual as pessoas poderão colocar as mãos para sentir as baixas temperaturas da noite do naufrágio, recriações de ambientes como as cabines de primeira e terceira classe e a sala das caldeiras.

 

 

SERVIÇO:

Titanic: A Exposição - Objetos Reais, Histórias Reais

BarraShoppingSul - Av. Diário de Notícias, 300, Cristal - Porto Alegre

A partir de 17/03

Tudo o que sabemos sobre:
titanicexposição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.