Cliff Owen/AP
Cliff Owen/AP

Tina Fey ganha importante prêmio de humor dos EUA

Humorista é saudada como 1.ª roteirista-chefe mulher do 'Saturday Night Live' e da série '30 Rock'

REUTERS

10 de novembro de 2010 | 15h29

A comediante Tina Fey, cuja paródia da ex-candidata republicana à vice-presidência dos EUA Sarah Palin influenciou a eleição presidencial norte-americana, recebeu o prêmio Mark Twain de Humor Americano diante de uma platéia lotada no Kennedy Center for the Performing Arts.

Outros comediantes reconhecidos laureados pelo prêmio Twain, desde Steve Martin a Betty White, saudaram Fey por seu papel pioneiro como a primeira roteirista-chefe mulher do programa "Saturday Night Live" e pela comédia "30 Rock", vencedora do prêmio Emmy.

Com um vestido de festa preto na cerimônia de gala terça-feira à noite, Fey agradeceu a todos os astros que viajaram pelo país para homenageá-la.

"Significa muito para mim que vocês se importam mais com o showbiz do que com suas famílias", disse ela. "Nunca pensei que algum dia eu iria me qualificar para o prêmio Mark Twain", afirmou Fey, de 40 anos.

Criado em 1998, o Prêmio Mark Twain reconhece os artistas que exerceram um impacto na sociedade comparável ao escritor do século 19, autor de "As Aventuras de Tom Sawyer."

(Por Kim Dixon)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEPREMIOMARKTWAINREENVIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.